Ex-gerente de futebol deixou União com dívida de R$ 33 mil

Presidente Daniel de Castro, o Gordo, chamou o ex-dirigente Maurílio D’Elboux de covarde


O ex-gerente de futebol do União Barbarense, Maurílio D’Elboux, “abandonou” o clube com uma dívida de R$ 33,9 mil, conforme o presidente Daniel de Castro, o Gordo, anunciou nesta terça-feira. Em entrevista coletiva, o mandatário ainda chamou o ex-dirigente de “covarde”.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Mandatário do Leão da 13 (de laranja) comentou sobre situação do clube em entrevista coletiva nesta terça-feira

D’Elboux se desligou do União no último dia 9. Conforme nota divulgada pela diretoria, ele alegou estar com problemas de saúde. Gordo não acredita nessa justificativa.

“Como vencia o salário dos jogadores agora dia 10, dia 9 ele inventou uma doença aí e fugiu. E todo mundo sabe que não tem doença nenhuma. O que tem mesmo é ‘sem-vergonhice’”, disse.

Segundo o presidente, D’Elboux deixou de pagar R$ 11,8 mil em salário para os jogadores, R$ 5,7 mil da rescisão contratual do ex-técnico Denis Augusto, R$ 12,1 mil de energia elétrica e R$ 780 de gás de cozinha, além de recolher R$ 3,4 mil de INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) dos atletas.

“Dá até nojo de falar de uma pessoa desse tipo, que nos abandonou, deixou todas as dívidas que ele se propôs a tocar”, declarou.

Mesmo com essas pendências financeiras, Gordo afirmou que não cogita desistir do Campeonato Paulista Sub-23 Segunda Divisão. “Eu dou um jeito, faço, corro atrás”, comentou.

O mandatário reconheceu, porém, que já esperava uma atitude desse tipo por parte de D’Elboux. “Já era esperado isso, que, na hora que vencesse o pagamento, ele ia sair”, apontou. Ele contou que decidiu colocá-lo na gerência porque empresários da cidade pediam por isso.

A reportagem tentou contato com Maurílio, mas as ligações não foram atendidas.

Ponte Preta

A Ponte Preta pretende emprestar ao União Barbarense atletas que não têm sido aproveitados pelas equipes Sub-20 e Sub-23, conforme informou nesta terça-feira, em nota. A Macaca também comunicou que a parceria com o Leão da 13 ainda está em fase de “conversação”.

Foto: Divulgação
Presidente do União Daniel de Castro, o Gordo, anunciou parceria com a Ponte Preta

A diretoria unionista, por outro lado, afirma que os dois clubes já fecharam negócio. Segundo o presidente Daniel de Castro, o Gordo, falta apenas a aprovação dos respectivos conselhos deliberativos. “Já estamos todos alinhados”, disse.

Por meio desse acordo, a Ponte mandaria jogos dos times Sub-20 e Sub-23 no estádio Antonio Guimarães, em Santa Bárbara d’Oeste, cuidaria da manutenção do local e poderia emprestar jogadores para o elenco profissional do União.

O Leão da 13 comunicou que já deve ter à disposição quatro atletas da Macaca. No entanto, todos precisam passar pela avaliação da comissão técnica unionista.

Atualmente, a base da Ponte recebe partidas em Águas de Lindóia, mas a diretoria procura por um lugar mais próximo de Campinas. “Ainda estamos em conversação, mas a ideia é que possamos levar, pelo menos, as partidas dos Juniores e dos Aspirantes para o estádio Antonio Guimarães”, apontou Fábio Barrozo, coordenador das categorias de formação do time campineiro.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora