Espanyol identifica 12 torcedores que cometeram insultos racistas em jogo – O Liberal

Espanyol identifica 12 torcedores que cometeram insultos racistas em jogo


O Espanyol divulgou nesta segunda-feira que identificou 12 torcedores que cometeram os insultos racistas contra Iñaki Williams, atacante do Athletic de Bilbao, na partida disputada no último sábado, no estádio Cornellà-El Prat, pelo Campeonato Espanhol.

Nove são sócios do clube. Os outros três compraram ingressos para acompanhar ao jogo. O Espanyol informou ainda que enviou relatório ao comitê de disciplina social para tomar medidas previstas no regulamento interno, como suspensão ou até expulsão do quadro de associados.

O documento também será enviado aos órgãos policiais para que possam ser avaliadas possíveis responsabilidades criminais.

Na declaração oficial, o Espanyol reiterou ainda sua forte condenação diante de qualquer manifestação racista ou violenta e reforçou que sempre defendeu estritamente valores esportivos, como o respeito ao rival.

O incidente aconteceu no segundo tempo, quando Iñaki Williams foi substituto por Raul Garcia, aos 24 minutos. Ao deixar o campo, o atacante ouviu sons que imitavam macacos das arquibancadas do estádio Cornellà-El Prat.

O atacante reagiu ofendendo os que lhe insultavam de ‘filhos da p…’ e, ao se sentar no banco, comentou o ocorrido com companheiros de time, incluindo o capitão do Athletic, Muniain. O juiz da partida, Sánchez Martínez, foi avisado da situação, mas não a registrou na súmula

“Estou triste por causa do empate e também porque sofri insultos racistas. É algo que ninguém quer escutar e que está totalmente fora de lugar. As pessoas têm que vir para se divertir e apoiar o time. É um esporte de amizade, de equipes… Foi triste, porque esse tipo de coisa não deve acontecer”, afirmou Iñaki Williams ao site do clube. “Temos de acabar com isto”, completou, em uma postagem nas redes sociais.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora