Em Sorocaba, Ponte Preta aumenta jejum após empate sem gols contra o São Bento


A Ponte Preta aumentou o jejum de vitórias na Série B do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o time de Campinas (SP) chegou ao quinto jogo sem vencer ao ficar no 0 a 0 contra o São Bento, no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP), pela 14.ª rodada. Além de seguir longe da zona da classificação, o resultado também aumenta a pressão na semana que antecede o dérbi campineiro contra o Guarani.

Com três derrotas e dois empates nas últimas cinco partidas, a Ponte Preta caiu para o nono lugar com 20 pontos, três atrás do Botafogo-SP, que fecha o G4. O São Bento, por outro lado, briga contra o rebaixamento. Com 13 pontos, está em 16.º, sendo o primeiro fora da degola.

Sem Matheus Vargas e Gerson Magrão, suspensos, o técnico Jorginho mandou a campo Washington e Tiago Real. Apesar das novidades, foi um velho caminho, a jogada de bola parada, que quase fez a Ponte Preta abrir o placar no começo da partida. Em levantamento de Diego Renan, no primeiro minuto, Diego Renan deu um leve desvio e obrigou Gabriel Félix a fazer grande defesa.

O lance, somado com a marcação adiantada dos dois times, deu a entender que o primeiro tempo seria aberto. Com a bola rolando, a previsão não se concretizou. Os dois times erraram muito no campo de ataque e não mantiveram o ritmo. O São Bento, mesmo assim, teve tudo para abrir o placar, mas pecou quando esteve de frente para o gol, duas vezes com Rafael Silva.

Primeiro, após erro na saída de bola, o atacante ficou de frente para o goleiro Ivan, que fechou bem o ângulo e salvou o time campineiro. Depois, em cobrança de escanteio, a bola passou por toda pequena área e sobrou para Rafael Silva. Praticamente em cima da linha, o atacante conseguiu mandar para a linha de fundo.

Ainda no primeiro tempo, Roger também teve a chance de marcar, mas acabou finalizando para fora, mesmo livre de marcação dentro da área.

O São Bento voltou com Rodolfo para melhorar o sistema de criação. No começo do segundo tempo, o time da casa apresentou uma pequena melhora, mas teve dificuldades para finalizar. Fábio Bahia e o próprio Rodolfo tiveram liberdade, mas desperdiçaram as chances. Quem levou mais perigo foi o zagueiro Guilherme Mattis. Após cobrança de escanteio, ele conseguiu deslocar Ivan em cabeçada, só que errou o alvo por pouco.

Jorginho também mexeu na equipe, promovendo a entrada do jovem atacante Bill, mas a Ponte Preta não conseguiu criar. Roger era acionado apenas em jogadas áreas. Em uma delas, após falta lateral, ele exigiu boa defesa de Gabriel Félix. No final, os dois times perderam a força de chegar ao ataque e o empate foi confirmado.

Os dois times ganham uma folga e voltam a jogar apenas no próximo final de semana. No sábado, o São Bento visita o Cuiabá, na Arena Pantanal, em Cuiabá. No domingo, a Ponte Preta faz o clássico contra o Guarani, às 11 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

FICHA TÉCNICA

SÃO BENTO 0 x 0 PONTE PRETA

SÃO BENTO – Gabriel Félix; Marcos Martins, Wesley, Guilherme Mattis e Mansur; Fábio Bahia, Caio Rangel (Minho), Paulinho (Rodolfo) e Vinícius Kiss; Paulinho Boia e Rafael Silva (Zé Roberto). Técnico: Doriva.

PONTE PRETA – Ivan; Diego Renan, Renan Fonseca, Reginaldo e Guedes (Bill); Edson, Washington, Camilo (Alex Maranhão) e Tiago Real; Roger (Tiago Marques) e Marquinhos. Técnico: Jorginho.

CARTÕES AMARELOS – Marcos Martins (São Bento); Guilherme Guedes, Camilo e Alex Maranhão (Ponte Preta).

ÁRBITRO – Emerson de Almeida Ferreira (MG).

RENDA – R$ 33.670,00.

PÚBLICO – 3.156 torcedores.

LOCAL – Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP).

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora