Em jogo-treino, Rio Branco empata com sub-23 da Ponte Preta

Tigre dominou o segundo tempo e teve chances de sair com a vitória, mas ficou na igualdade no terceiro jogo-treino da temporada


Foto: Marcelo Rocha - O Liberal
O técnico Raphael Pereira mandou a campo o mesmo time que havia vencido o Amparo, na última semana

Com um segundo tempo superior após não conseguir criar durante os primeiros 45 minutos, o Rio Branco ficou no empate sem gols em jogo-treino contra o sub-23 da Ponte Preta, na manhã desta quinta-feira (28), no Estádio Décio Vitta, em Americana.

O técnico Raphael Pereira mandou a campo o mesmo time que havia vencido o Amparo, na última semana, à exceção do lateral esquerdo Samuel, que substituiu Leandro Guizzi, desfalque por conta de uma virose. Allan; Patrick, William, Wellerson e Samuel; Kayo, Rafael Cursino, Leo e Eliu; Tiago e Davi começaram jogando.

Se no primeiro teste essa formação se destacou, no duelo desta quinta teve dificuldades para encontrar espaços. A primeira chance veio aos 37 minutos, com uma bola chutada por Leo, de fora da área, defendida pelo goleiro adversário. Eliu ainda tentaria outras duas vezes, mas sem sucesso.

Tentando encontrar soluções para a falta de criatividade, Pereira sacou Eliu, Tiago e Davi para as entradas de Alê, Gabriel Braga e Lucas Duni, os três destaques no teste contra o sub-20 do Velo Clube, disputado na última quarta.

As mudanças surtiram efeito, e o Tigre criou nos 15 minutos iniciais da etapa complementar um número de chances maior do que em todo o primeiro período. Duni, inclusive, teve, ao menos, quatro oportunidades de marcar, mas acabou parando no goleiro da macaca.

Apesar das chances desperdiçadas, membros da comissão técnica destacaram a movimentação que o atacante deu ao time, e ressaltaram que ele está voltando de lesão e, por isso, ainda procura a melhor forma.

Outro destaque foi Gabriel Braga. Vindo do Ituano, atuou pelas beiradas e ofereceu outra dinâmica ao ataque, com maior precisão no passe, construindo jogadas pelos extremos. “O elenco é muito bom, eu acho que o professor formou um bom time, a minha chegada deu um acréscimo também”, disse o atleta após a partida.

Mesmo tendo flertado com a vitória por mais vezes que a Ponte, o placar não foi alterado após os 90 minutos. “O pessoal tá evoluindo nos jogos e a gente foi muito feliz. Criamos bastante oportunidades de gols. Estamos no caminho certo”, ressaltou Pereira.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora