Diretor do Fla promete definir situação de Cuéllar e pensa na compra de Gabriel


O vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, falou sobre a situação de Cuéllar e Gabriel pouco depois do empate contra o Internacional por 1 a 1, em Porto Alegre, que garantiu a classificação carioca às semifinais da Copa Libertadores. Importante para a histórica campanha de 2019, a dupla deve ter um futuro diferente no clube.

Reintegrado ao grupo, o jogador colombiano inicialmente havia sido afastado por tempo indeterminado, na última sexta-feira, depois de se recusar a viajar para Fortaleza, onde o time rubro-negro derrotou o Ceará por 3 a 0, no último domingo, na Arena Castelão, e assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro. O jogador alega ter uma proposta do Al-Hilal, da Arábia Saudita, para ganhar três vezes mais.

“Ele tem contrato, mas já expressou a vontade de sair. Vamos analisar amanhã (quinta-feira) e depois de amanhã (sexta). Com calma e tranquilidade, a gente vê o que vai fazer”, disse Marcos Braz. A proposta saudita seria de 8 milhões de euros (R$ 36 milhões). O clube rubro-negro tem 70% dos direitos econômicos do jogador e o restante pertence ao Deportivo Cali, da Colômbia.

Outro que ainda não tem situação definida é Gabriel. Autor de 26 gols, o artilheiro do Flamengo na temporada está emprestado pela Inter de Milão até dezembro deste ano. O clube, no entanto, já se mobiliza nos bastidores para comprar o atleta em definitivo.

“O Gabriel interessa. Na hora certa, a gente vai apresentar proposta. A gente já vinha conversando com a Inter. Tem contrato até o final do ano e já expressou que gostaria de permanecer aqui. Ainda dá tempo para ele voltar para Europa depois, é muito jovem. Se der tudo certo, ele fica mais um tempo aqui com a gente”, completou Marcos Braz.

O Flamengo volta a campo neste domingo, quando enfrenta o Palmeiras, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, pela 17.ª rodada do Brasileirão.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora