Criciúma vence a terceira seguida e deixa o Avaí fora do G4 da Série B

O Criciúma emplacou a sua terceira vitória consecutiva ao bater o Avaí, por 3 a 2, nesta tarde, no estádio…


O Criciúma emplacou a sua terceira vitória consecutiva ao bater o Avaí, por 3 a 2, nesta tarde, no estádio Heriberto Hulse, pela 27.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Foi um grande duelo, que começou com vantagem do time da casa por 2 a 0 e depois teve reação avaiana para empatar no segundo tempo antes de os mandantes marcarem o gol que garantiu o triunfo aos 37 minutos.

Agora invicto há 12 jogos em casa, o Criciúma aparece com 35 pontos, ainda em posição intermediária, porém, bem mais tranquilo em relação ao rebaixamento. O Avaí, com 42 pontos, continua em sexto lugar, perto do G4 (zona de acesso). Na rodada anterior tinha perdido para o Paysandu por 1 a 0.

Embora tenha armado o Avaí com três zagueiros, o técnico Geninho optou pelo grandalhão Daniel Amorim, com 1,91m de altura. Um sinal claro de que iria explorar o jogo aéreo. Dito e feito. Mesmo fora de casa, iniciou o jogo na frente, levantando as bolas das laterais e gerando muita tensão na área do Criciúma.

Mas o time da casa fez o que sabe fazer de melhor: marcou muito bem. Depois, na frente, foi cirúrgico. Aos 25 minutos, em sua primeira chance, Elvis cobrou falta na área e o zagueiro Sandro apareceu entre os zagueiros para testar de cima para baixo. A bola entrou no canto direito do goleiro Aranha.

Pouco depois, ampliou o placar. Vitor Feijão puxou contra-ataque sozinho entre três zagueiros. Mas esperou a ajuda dos companheiros e entregou a Elvis pelo lado esquerdo. Ele virou para o lado direito ao próprio Feijão e recebeu o passe de volta, na medida, para o chute seco e no canto esquerdo de Aranha: 2 a 0 aos 32 minutos.

Geninho mudou o esquema do Avaí no intervalo. Tirou o zagueiro Marquinhos Silva para a entrada do meia Gabriel Lima, além de pedir pressão total no ataque. Funcionou. Logo aos dois minutos, após troca de passes na grande área, Romulo finalizou no canto e Luiz demorou para tentar impedir o gol.

Aos sete minutos, quase que Elvis surpreendeu no escanteio ao marcar um gol olímpico ao time da casa. A bola subiu, fez a curva e bateu na trave, nas costas de Aranha. O empate saiu na sequência. O levantamento saiu da direita, bem alto, e o grandalhão Daniel Amorim fez bem a sua parte: cabeceou no canto esquerdo de Luiz, deixando tudo igual no placar: 2 a 2.

Depois disso, o técnico Mazola Júnior revitalizou seu time usando as três trocas. No final, chegou ao gol da vitória. Após o cruzamento do lado direito, Sandro apareceu na área para cabecear. O goleiro Aranha rebateu para frente e a bola ficou nos pés de Andrew que mandou para as redes, aos 37 minutos. Nos acréscimos, ainda dois jogadores foram expulsos por conta da rivalidade e troca de empurrões: Marlon, da casa, e Maurinho, do visitante.

Os dois times voltam a campo no próximo sábado pela 28.ª rodada. À tarde, a partir das 16 horas, o Criciúma enfrenta o Paysandu, em Belém (PA), enquanto às 21 horas o Avaí vai receber o Sampaio Corrêa, em Florianópolis (SC).

FICHA TÉCNICA

CRICIÚMA 3 X 2 AVAÍ

CRICIÚMA – Luiz; Sueliton, Sandro, Nino e Marlon; Fábio Ferreira (Luiz Fernando), Liel, Marlon Freitas (Andrew) e Elvis; Vitor Feijão e Zé Carlos (Joanderson). Técnico: Mazola Júnior.

AVAÍ – Aranha; Betão, Marquinhos Silva (Gabriel Lima) e Aírton; Guga, Judson, André Moritz (Maurinho), Renato e Capa; Romulo e Daniel Amorim (Luanzinho). Técnico: Geninho.

GOLS – Sandro, aos 25, e Elvis, aos 32 minutos do primeiro tempo; Romulo, aos dois, Daniel Amorim, aos oito, e Andrew, aos 37 do segundo.

ÁRBITRO – Péricles Bassols Pegado Cortez (PE).

CARTÕES AMARELOS – Sueliton, Liel, Andrew e Elvis (Criciúma). Betão e Guga (Avaí).

CARTÕES VERMELHOS – Marlon (Criciúma). Maurinho (Avaí).

RENDA – R$ 95.010,00.

PÚBLICO – 5.399 torcedores.

LOCAL – Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC).

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!