Conmebol pede que seleções não convoquem jogadores de Boca e River na data Fifa

A Conmebol divulgou nesta quarta-feira um comunicado no qual pede que suas seleções afiliadas não convoquem jogadores de Boca Juniors…


A Conmebol divulgou nesta quarta-feira um comunicado no qual pede que suas seleções afiliadas não convoquem jogadores de Boca Juniors e River Plate para os amistosos que realizarão nas próximas datas Fifa. Os rivais argentinos decidem a Libertadores nos dias 10 e 24 de novembro.

A próxima janela para amistosos estabelecida pela Fifa acontece entre os dias 13 e 22 de novembro. Com isso, os jogadores de Boca e River convocados por suas seleções não necessariamente seriam desfalques para as finais, mas teriam a preparação prejudicada.

“Com conhecimento do calendário internacional de partidas da Fifa, que prevê uma janela internacional de 13 a 22 de novembro, solicitamos, considerando os antecedentes da carta que se adjunta e a efeito de desenvolver a final em igualdade de condições para as duas equipes, que as associações membro considerem não convocar os jogadores das equipes”, explicou a Conmebol na carta.

A carta veio duas semanas depois da convocação do Uruguai para os amistosos contra o Brasil e a França, com as presença dos meio-campistas Nahitan Nández, do Boca Juniors, e Camilo Mayada, do River Plate. Agora, a expectativa é de que a associação de futebol do país libere os dois.

A Argentina foi chamada para amistosos contra o México sem nenhum nome das equipes, como Armani, Martínez e Pavón, constantemente convocados para a seleção. O boliviano Lampe, do Boca, e os colombianos Wilmar Barrios e Edwin Cardona, do mesmo clube, além de Quintero, do River, costumam ser convocados, mas não devem ser aproveitados por suas seleções nesta data Fifa.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!