Com VAR, golaços e expulsão, Real Madrid vence Celta na estreia do Espanhol


Ao contrário do atual campeão Barcelona, o Real Madrid começou o Campeonato Espanhol com o pé direito. Jogando fora de casa, o time merengue venceu o Celta de Vigo por 3 a 1 neste sábado. Benzema, Kroos e Vázquez fizeram os gols da partida, que ainda teve a expulsão de Modric. Os brasileiros Marcelo e Vinícius Júnior foram titulares.

O primeiro gol dos visitantes veio logo aos 11 minutos do primeiro tempo. Bale fez linda jogada pelo lado esquerdo e cruzou rasteiro para Benzema escorar para a rede, inaugurando o placar.

No decorrer da etapa inicial, o Real ainda teve mais duas chances. Modric e Bale, porém, pararam no goleiro Blanco, que salvou o time da casa. O Celta, aliás, chegou a empatar, mas teve seu gol anulado com interferência do árbitro de vídeo (VAR).

Aos 45, Odriozola perdeu a bola para Iago Aspas, que invadiu a área e rolou para Brais Méndez igualar o marcador. Entretanto, a revisão do VAR flagrou impedimento na jogada, para sorte dos visitantes, que foram para o intervalo com a vantagem de 1 a 0 no placar.

O segundo tempo começou movimentado, com chances para os dois lados. De definitivo, porém, só a expulsão de Modric, com nova interferência da tecnologia. Após revisão do lance, aos 10 minutos, o juiz entendeu que o croata tentou agredir Denis Suárez e veio o cartão vermelho direto.

Na sequência, o Celta tentou empatar, mas Courtois salvou o Real. Aos 15, os merengues voltaram a marcar: Kroos acertou grande chute e fuzilou as redes de Blanco, ampliando a vantagem dos visitantes para 2 a 0.

Sete minutos depois, Vinícius Júnior saiu para a entrada de Vázquez. A substituição de Zinedine Zidane se mostraria acertada: aos 34, Casemiro, Marcelo, Isco, Benzema e Vázquez trocaram bons passes que culminaram no terceiro gol, marcado pelo substituto do ex-jogador do Flamengo, convocado por Tite para a seleção brasileira.

Aos 45, o Celta fez o gol de honra. Losada recebeu pelo lado direito e bateu cruzado, no canto de Courtois. Apesar do ímpeto final, a recuperação do time da casa parou por aí, já que Aspas desperdiçou uma chance nos acréscimos.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora