Com vaias, Vasco perde em casa na estreia na fase de grupos da Libertadores

O Vasco iniciou a fase de grupos da Copa Libertadores com derrota diante da Universidad de Chile, diante de sua…


O Vasco iniciou a fase de grupos da Copa Libertadores com derrota diante da Universidad de Chile, diante de sua torcida, em São Januário, na noite desta terça-feira. Sob vaias, o time carioca foi derrotado por 1 a 0, após superar duas fases eliminatórias anteriormente. O time carioca se mostrou muito nervoso e sofreu um apagão na hora do gol marcado aos 31 minutos do segundo tempo.

Com o resultado, Vasco e Cruzeiro, os dois brasileiros do Grupo 5, começam a fase atrás de seus adversários, sem pontuar. Pelo saldo de gols, 2 a 1, o Racing lidera com os mesmos três pontos da Universidad de Chile.

O primeiro tempo em São Januário foi de muito nervosismo. Com um time recheado de jovens jogadores, o clube carioca não conseguia conter a euforia e sofreu para segurar o clube chileno, que chegou com perigo aos 20 minutos. Soteldo cruzou para Pinilla. O atacante cabeceou em cima de Rodríguez, facilitando a defesa de Martín Silva.

Quando conseguiu se acalmar, o Vasco colocou a bola no chão e começou a dominar o adversário. A melhor chance saiu aos 34 minutos. Johnny Herrera tentou sair jogando e mandou a bola nos pés de Riascos. O atacante tentou o lançamento, mas viu a bola ganhar efeito e parar no travessão.

Após o apito, os jogadores vascaínos se reuniram ainda em campo para uma rápida conversa antes de descer para o vestiário, visando voltar mais centrado para o segundo tempo.

O time comandado pelo técnico Zé Ricardo saiu na pressão em cima da equipe chilena e desperdiçou uma grande oportunidade logo aos dois minutos. Riascos acionou Paulinho, que tirou Herrera da jogada, mas se enrolou na hora de cruzar e deixou a bola escapar pela linha de fundo.

Apesar da posse de bola vascaína, era a Universidad que chegava com mais perigo, como aconteceu aos 21 minutos, quando Araos recebeu pela esquerda, tirou Paulão da jogada e só não marcou porque Martín Silva foi buscar. A resposta do Vasco veio com Rildo. O atacante cabeceou para a defesa de Johnny Herrera.

Mas, em um cochilo carioca, o time chileno fez o gol da vitória. Após cobrança de lateral, Araos passou por Paulão e chutou entre as mãos de Martín Silva. O Vasco até tentou esboçar uma reação no fim, porém, não conseguiu evitar a derrota.

Na próxima rodada, a Universidad de Chile enfrenta o Racing no dia 3 de abril (terça-feira), às 21h30, no Estádio Nacional, em Santiago. No dia seguinte, o Vasco faz o duelo brasileiro diante do Cruzeiro, às 21h45, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

FICHA TÉCNICA:

VASCO 0 x 1 UNIVERSIDAD DE CHILE

VASCO – Martín Silva; Yago Pikachu, Erazo, Paulão e Henrique; Wellington, Desábato (André Ríos), Wagner (Paulinho), Evander e Rildo (Paulo Vitor); Riascos. Técnico: Zé Ricardo.

UNIVERSIDAD DE CHILE – Johnny Herrera; Vilches, Echeverría, Rafael Vaz e Matías Rodríguez; Seymour (Schultz), Pizarro, Beausejour e Araos (Rafael Caroca); Soteldo (Isaac Díaz) e Pinilla. Técnico: Guilhermo Hoyos.

GOL – Araos, aos 31 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Riascos e Paulão (Vasco); Rafael Caroca (Universidad de Chile).

ÁRBITRO – Daniel Fedorczuk (Uruguai).

RENDA – R$ 1.125.438,00.

PÚBLICO – 17.681 pagantes.

LOCAL – Estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!