Com show de Sané e Agüero, Manchester City faz 7 e avança na Liga dos Campeões

O Manchester City obteve a vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões, nesta terça-feira, com uma goleada contundente…


O Manchester City obteve a vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões, nesta terça-feira, com uma goleada contundente sobre o Schalke 04, por 7 a 0, no Etihad Stadium, em Manchester. Como venceu por 3 a 2 na ida, o time inglês fechou o confronto com o placar agregado de 10 a 2.

O time de Josep Guardiola vai conhecer seu próximo rival na principal competição europeia nesta sexta-feira, em sorteio na sede da Uefa.

O duelo desta terça teve dois momentos bem distintos. Até os 30 minutos, o Schalke fez u jogo equilibrado. Precisando reverter a derrota sofrida em casa, o time alemão tentou atacar em busca da vitória que poderia garantir a classificação.

Mas, aos 35 minutos, o juiz francês Clement Turpin marcou pênalti de Bruma em Bernardo Silva, com a ajuda do VAR (árbitro de vídeo). Agüero, de cavadinha, bateu com categoria e abriu o placar para a equipe inglesa.

Com a desvantagem, o Schalke se perdeu em campo e virou um alvo fácil. Mais três minutos e Agüero fez o segundo, ao receber um belo passe de calcanhar de Sterling. Ainda havia tempo no primeiro tempo para mais um gol do Manchester. Após grande lançamento de Zinchenko, Sané surgiu livre para definir com precisão na saída do goleiro Faehrmann.

O segundo tempo foi de apenas de um time. Desmotivado, o Schalke limitou-se a se defender e sofreu com o forte e rápido ataque do City. Sané quase fez mais um logo ao cinco minutos. Em seguida, o atacante alemão teve um gol anulado pelo VAR.

Aos 11 minutos, mais uma vez, Sané surgiu com perigo pela esquerda e fez grande assistência para Sterling, que mostrou grande habilidade para marcar o quarto gol. O juiz chegou a pedir a opinião do VAR para ratificar a marcação.

Gabriel Jesus substituiu Agüero aos 18 minutos, mas foi Sané que continuou somando grandes jogadas na partida. Em mais uma bela jogada, o canhoto serviu Bernardo Silva para fazer o quinto gol do jogo.

Incansável, Sané não tinha dó do Schalke e aos 33 fez mais uma assistência desta vez para Foden, que ainda teve a frieza de driblar o goleiro antes de finalizar. Em ritmo de treino, Gabriel Jesus também aproveitou para deixar sua marca, aos 39 minutos, com a ajuda do goleiro do Schalke, que foi mal no lance.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!