Com salários atrasados, jogadores do Vasco decidem não dar mais entrevistas


Com dois meses de salário atrasados, além de férias e segunda parcela do 13º, os jogadores do Vasco se reuniram com a diretoria e decidiram, a partir desta quarta-feira, não dar mais entrevistas, enquanto não for encontrada uma solução.

“Foi conversado, os atletas decidiram não falar com a imprensa, não dar entrevistas. Obviamente, nada contra a imprensa. eles estão no direito deles. É uma ação decidida por eles. Respeitamos e conversamos com eles. As conversas acontecem. Cabe ao clube buscar soluções, como vem fazendo. Essa ação deles não significa menos ou mais trabalho. O trabalho está sendo feito e não temos nada a falar”, afirmou André Mazzuco, diretor executivo de futebol do Vasco.

Apesar da crise financeira, Mazzuco aproveitou para anunciar a contratação do meia- atacante Benítez, de 25 anos, que veio sem custos, por empréstimo, até o fim do ano, junto ao Independiente. Caso o clube carioca queira ficar com o atleta terá a opção de pagar US$ 4 milhões (cerca de R$ 17,8 milhões) por 60% dos seus direitos.

“Já vínhamos conversando sobre o Martinez Benítez. Ainda vinha aguardando o desfecho. Entre o clube e o atleta estava tudo bem, mas ainda faltavam algumas situações em relação ao Independiente. Devemos concluir isso. O atleta chega ao Brasil amanhã depois do almoço. Só anunciamos o atleta quando está tudo assinado, mas agora é uma questão de formalidade. Ele se apresenta para iniciar os exames e os trâmites burocráticos no Rio”, disse Mazzuco.

Revelado pelo clube de Avellaneda em 2011, Benítez mostrou grande talento ao disputar no mesmo ano o Sul-Americano e o Mundial com a seleção sub-17.

O time do Vasco estreia na Taça Rio, fora de casa, sábado, às 19 horas, diante do Resende.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora