Com reservas, Internacional bate o São José-RS e se isola na liderança do Gaúcho


Mesmo com um time quase todo reserva – a exceção foi o volante Edenilson -, o Internacional não encontrou dificuldades para golear o São José-RS por 4 a 1, neste domingo, no estádio Francisco Noveletto, em Porto Alegre, pela terceira rodada do segundo turno do Campeonato Gaúcho. A partida foi realizada com os portões fechados por conta da pandemia do novo coronavírus, denominado Covid-19. Existe a possibilidade da competição ser paralisada a partir desta segunda-feira.

A segunda vitória seguida fez o Internacional se isolar ainda mais na liderança do Grupo A, com sete pontos. Já o São José-RS conheceu a sua primeira derrota no segundo turno e caiu para o quarto lugar do Grupo B, com seis.

Os primeiros minutos do São José-RS chegaram a surpreender o Internacional, que encontrava dificuldades para sair jogando por conta da marcação alta. Mas aos poucos o time comandado pelo técnico argentino Eduardo Coudet foi achando espaços e controlando a partida.

Uma das novidades no time titular, o atacante William Pottker quase marcou de cabeça; o goleiro Fábio fez grande defesa. O atacante também viu o toque por cobertura no arqueiro passar raspando a trave.

O gol colorado era questão de tempo e ele saiu aos 34 minutos. Edenilson cobrou falta com categoria no ângulo de Fábio, que chegou a tocar na bola, mas não o bastante para evitar balançar as redes. Quatro minutos depois, Nonato recebeu passe de Moisés e bateu sem chances para fazer 2 a 0.

Mais tranquilo com a vitória parcial, o Internacional voltou do intervalo com uma intensidade mais baixa e viu o São José-RS criar boas chances. O goleiro Danilo Fernandes defendeu chute de Gustavo Xuxa e, aos 23 minutos, Thayllon invadiu a área e bateu na saída do arqueiro. A bola passou raspando a trave.

Depois dos sustos, o Internacional acordou e matou a partida com dois gols em sete minutos. Aos 30, Thiago Galhardo rolou para trás e Nonato chegou batendo de primeira, no cantinho de Fábio. Logo depois, o volante foi derrubado dentro da área e o árbitro assinalou pênalti, convertido por Galhardo aos 37.

O São José-RS chegou a descontar aos 42 minutos com Tavares, mas o árbitro voltou atrás e assinalou impedimento após ser avisado pelo assistente. Aos 46, o mesmo Tavares cobrou falta na trave e o zagueiro Goiano mostrou oportunismo no rebote para fazer o gol de honra do time da casa.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora