Com assistência de Neres, Ajax atropela Lille em estreia; Valencia bate o Chelsea


Semifinalista da última Liga dos Campeões, o Ajax mostrou força na abertura de sua campanha nesta edição da competição ao vencer o Lille por 3 a 0, nesta terça-feira, em Amsterdã, na Holanda, pela primeira rodada do Grupo H do torneio. No outro duelo que abriu essa chave, o Valencia também conquistou um importante resultado ao bater o Chelsea por 1 a 0, em Londres.

Surpreendente algoz de Real Madrid nas oitavas de final e da Juventus nas quartas em sua campanha na temporada passada, o time holandês foi dominante na Johan Cruijff Arena e abriu o placar do jogo aos 18 minutos do primeiro tempo, quando o atacante Quince Promes aproveitou um cruzamento do lateral-esquerdo argentino Nicolas Tagliafico e completou de cabeça para as redes.

Na etapa final, a equipe da casa ampliou para 2 a 0 com um belo gol aos 4 minutos. Após fazer boa jogada pelo lado direito, o brasileiro David Neres deu passe preciso para o mexicano Edson Alvarez chutar cruzado, sem chances para o goleiro Mike Maignan.

E o terceiro gol do Ajax não demorou a sair. Aos 17, o holandês de origem marroquina Hakim Ziyech cobrou escanteio pela esquerda e Tagliafico cabeceou para selar o 3 a 0. Com uma assistência e um gol, o argentino assim terminou o jogo como principal destaque.

Desta forma, o Ajax largou na frente neste Grupo H, tendo em vista o seu melhor saldo de gols em relação ao Valencia, que garantiu o seu triunfo sobre o Chelsea com o atacante Rodrigo Moreno balançando as redes aos 29 minutos do segundo tempo no estádio Stamford Bridge.

Após cobrança de falta de Daniel Parejo, Moreno recebeu a bola nas costas da zaga da equipe inglesa e finalizou de primeira pelo alto para vencer o goleiro Kepa Arrizabalaga, outro jogador espanhol.

CHELSEA PERDE JOGO E PÊNALTI – Para completar a estreia decepcionante em sua casa, o Chelsea desperdiçou uma grande chance de empatar o jogo aos 43 minutos do segundo tempo, quando Ross Barkley não conseguiu converter uma cobrança de pênalti. E a penalidade só foi marcada após o juiz da partida recorrer ao VAR (arbitragem de vídeo), que viu uma finalização de Fikayo Tomori ser parada com um toque na mão de Daniel Wass, que protestou muito contra a decisão do árbitro.

Antes de Barkley fracassar em sua batida, o brasileiro Willian chegou a discutir com o jogador, pois pediu para fazer a cobrança, mas não teve sucesso em sua solicitação.

Na próxima rodada deste Grupo H da Liga dos Campeões, marcada para o dia 2 de outubro, o Lille vai receber o Chelsea na França, enquanto o Valencia atuará na Espanha diante do Ajax no confronto que valerá a liderança da chave.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora