Com 3 de Thiago Galhardo, Ceará vence Chapecoense e encosta no G6 do Brasileirão


Em uma tarde inspirada de Thiago Galhardo, autor de três gols, o Ceará aumentou a crise na Chapecoense ao vencê-la por 4 a 1, no Castelão, pela 14ª rodada do Brasileirão. O placar poderia ter sido ainda mais elástico se não fosse o VAR, que foi utilizado para anular dois gols dos donos da casa.

Essa foi a segunda vitória seguida do Ceará – havia batido o rival Fortaleza, por 2 a 1 -, que chegou aos 20 pontos e subiu para a sétima colocação. Por outro lado, a Chapecoense chegou ao oitavo jogo sem vitória e segue na zona de rebaixamento, em 18.º lugar, com dez.

Empurrado pela torcida, o Ceará começou a partida em cima da Chapecoense e chegou a abrir o placar aos 12 minutos com Wescley, mas o gol foi anulado após a intervenção do VAR. Depois disso, o confronto ficou bastante truncado e sem muitos lances de perigo.

Augusto quase fez o primeiro da Chapecoense em chute de fora da área, mas Diego Silva espalmou para escanteio com a ponta dos dedos. Quando parecia que o jogo iria para o intervalo sem gols, o Ceará marcou aos 50 minutos. Ricardinho cobrou falta e Thiago Galhardo desviou de cabeça.

O Ceará voltou ligado do intervalo e matou o jogo antes dos 15 minutos. Aos 11, Felippe Cardoso recebeu dentro da área e soltou a bomba sem chances para Tiepo. Dois minutos depois, Cristovam foi derrubado por Bruno Pacheco dentro da área e o árbitro assinalou pênalti, convertido por Thiago Galhardo.

Após sofrer dois gols seguidos, a Chapecoense ficou entregue e escapou de levar o quarto aos 30 minutos. Felippe Cardoso aproveitou sobra e completou, mas o árbitro anulou com intervenção do VAR, que viu falta de Lima em Tiepo. Na sequência, o goleiro do time catarinense defendeu chute cruzado de Leandro Carvalho.

Aos 44, Renato Kayzer apareceu dentro da área após escanteio cobrado e fez o gol da Chapecoense. No minuto seguinte, porém, Thiago Galhardo recebeu de Felippe Cardoso e bateu no cantinho de Tiepo.

Os dois times voltam a campo no dia 18 (domingo), pela 15.ª rodada. O Ceará enfrenta o São Paulo, às 16 horas, no Morumbi, enquanto a Chapecoense recebe o Avaí, às 19 horas, na Arena Condá, em Chapecó.

FICHA TÉCNICA
CEARÁ 4 X 1 CHAPECOENSE

CEARÁ – Diogo Silva; Cristovam (William Oliveira), Valdo, Luiz Otávio e João Lucas; Fabinho, Ricardinho e Thiago Galhardo; Lima (Chico), Wescley (Leandro Carvalho) e Felippe Cardoso. Técnico: Enderson Moreira.

CHAPECOENSE – Tiepo; Eduardo, Gum, Maurício Ramos (Hiago) e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Gustavo Campanharo, Augusto (Renato Kayzer) e Camilo; Arthur Gomes e Henrique Almeida (Diego Torres). Técnico: Emerson Cris (interino).

GOLS – Thiago Galhardo, aos 50 minutos do primeiro tempo; Felippe Cardoso, aos 12, Thiago Galhardo, aos 16 e 45, e Renato Kayzer, aos 44 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ).

CARTÕES AMARELOS – Cristovam e Thiago Galhardo (Ceará); Henrique Almeida e Márcio Araújo (Chapecoense).

RENDA – R$ 258.266,00.

PÚBLICO – 20.438 pagantes (21.428 presentes).

LOCAL – Castelão, em Fortaleza (CE).

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora