Com 10 desfalques, Santos se despede do técnico Cuca contra o desesperado Sport

O Santos se despede neste domingo da temporada de 2018 decepcionado e cheio de desfalques. Sem grandes pretensões na rodada…


O Santos se despede neste domingo da temporada de 2018 decepcionado e cheio de desfalques. Sem grandes pretensões na rodada final do Campeonato Brasileiro, o time enfrenta o desesperado Sport a partir das 17 horas (de Brasília), no estádio da Ilha do Retiro, no Recife, sem a maior parte das suas principais peças, tanto que terá 10 desfalques, e no último compromisso sob o comando do técnico Cuca.

Após correr risco de rebaixamento durante parte do Brasileirão, o Santos se recuperou com Cuca e chegou a almejar a conquista de uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores. Mas uma sequência de cinco jogos sem vitórias, com quatro derrotas, impediu a busca por esse objetivo.

O Santos até se recuperou na rodada anterior, com a vitória por 3 a 2 sobre o Atlético-MG, mas o resultado só foi suficiente para garantir o time na próxima Copa Sul-Americana, dando uma despedida mais festiva para o volante Renato, que agora vai se concentrar na função de executivo de futebol, que vinha acumulando nas últimas semanas.

Neste domingo, então, contra o Sport, que luta contra o rebaixamento no Brasileirão, o Santos tentará deixar para trás uma temporada ruim. O clube sofreu com problemas extracampo, o que inclui a votação de um processo de impeachment do presidente José Carlos Peres, e caiu antes da decisão de todas as competições que disputou – foi semifinalista no Campeonato Paulista, parou nas oitavas de final da Libertadores e nas quartas da Copa do Brasil.

O duelo deste domingo também será de despedida, de Cuca, que recuperou o clube, mas vai deixá-lo por causa de problemas de saúde. “Eu pago uma dívida com o torcedor de fazer um bom trabalho. Acho que foi um trabalho relativamente bem feito. Poderia ser melhor, mas quem sabe no futuro eu não volte para o Santos para conquistar títulos aqui”, afirmou o treinador, que encerrará a segunda passagem pelo Santos.

O treinador também terá de lidar com 10 desfalques, sendo eles os suspensos Dodô, Alison, Carlos Sánchez e Gabriel, que encerrou a segunda passagem pelo clube no triunfo sobre o Atlético-MG, em que marcou o 18.º gol no Brasileirão, o que ampliou a condição de artilheiro do torneio, mas também foi advertido com o terceiro cartão amarelo.

Mas os problemas não param aí, pois o zagueiro Lucas Veríssimo, (lesão no joelho), os meias Bryan Ruiz (virose) e Anderson Ceará (lesão no ligamento cruzado do joelho) e os atacantes Bruno Henrique (lesão no joelho) e Derlis González (dores na coxa) estão com problemas físicos, assim como o goleiro Vanderlei, com dores no ombro.

Na partida contra o Sport, então, Cuca precisará até recorrer a improvisações, como a do atacante colombiano Copete na lateral esquerda. E também será uma oportunidade para reservas buscarem aproveitar uma chance, já pensando na temporada de 2019.

O caso principal é o do centroavante Felippe Cardoso, titular nas últimas duas partidas e que chegou ao Santos durante o segundo semestre da Ponte Preta. O atacante, inclusive, marcou um gol contra o Atlético-MG, o seu primeiro pelo clube, e terá uma chance para mostrar que pode substituir Gabriel, que retorna para a Internazionale após período de empréstimo. “A gente vai para vencer. Quero vencer, fazer gol. Espero que a gente saia com a vitória. E sobre o Sport, não posso fazer nada”, afirmou.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!