Cássio aprova regras de comportamento com a chegada de Tiago Nunes no Corinthians


Capitão e um dos jogadores mais experientes e com maior tempo de clube, o goleiro Cássio admitiu, nesta sexta-feira, em entrevista coletiva, que com a chegada do técnico Tiago Nunes foram instaladas regras de comportamento no elenco do Corinthians.

Segundo o defensor, as normas foram impostas após a disputa da Florida Cup e que são muito parecidas com as adotadas pelo técnico Tite na seleção brasileira. “Tem regras sim, mas somos funcionários como qualquer pessoa. Não pode botar conflito com treinador, pois não existe. A gente confia que ele vai nos ajudar”, disse Cássio, que garante não haver descontentamento no grupo de jogadores.

“Joguei na Holanda, e lá é normal sentar à mesa. Lá eu só podia comer quando o treinador autorizava e só saía com o aval do capitão. Antes tinha rodízio no Corinthians e hoje sou capitão, mas todos têm voz ativa. Quando vamos falar de premiação, vamos eu, Gil e Love. Não é porque tenho a tarja que eles não são mais capitães”, disse o camisa 12 corintiano, repercutindo a matéria feita pelo site globoesporte.com.

Sobre o jogo de sábado às 15 horas, em Diadema, contra o Água Santa, pela sétima rodada do Campeonato Paulista, Cássio acredita que o time ganhou um incentivo a mais após o empate diante do São Paulo no clássico disputado sábado passado.

“É importante a vitória, estamos chegando na reta final do campeonato. Temos que nos consolidar, buscar a liderança, é um jogo difícil em Diadema. Vamos em busca da vitória lá, fizemos um bom clássico e agora é dar sequência no trabalho. Se pudermos classificar em primeiro, teremos melhores chances lá na frente”, disse o goleiro, em entrevista coletiva, nesta sexta-feira.

O Corinthians é o segundo colocado do Grupo D, com oito pontos, ao lado do Red Bull Bragantino, mas possui melhor saldo de gols (3 contra 1). A liderança é do Guarani, com nove.

Na lista divulgada nesta sexta-feira com os nomes dos 23 atletas relacionados para o duelo com o Água Santa, o atacante Matheus Davó é a única novidade. Ele deverá ficar na reserva da equipe, que deverá entrar em campo com a seguinte formação: Cássio, Fagner, Pedro Henrique, Gil e Sidcley; Camacho, Cantillo e Luan; Vagner Love, Yony González e Boselli.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora