Bruno Henrique exalta entrosamento com Gabriel e comemora vitória do Flamengo

Gabriel e Bruno Henrique brilharam na noite desta quinta-feira, no triunfo do Flamengo sobre a Portuguesa, por 3 a 1,…


Gabriel e Bruno Henrique brilharam na noite desta quinta-feira, no triunfo do Flamengo sobre a Portuguesa, por 3 a 1, pela Taça Rio. Gabigol marcou duas vezes e o seu companheiro de time balançou a redes uma vez. Para Bruno Henrique, a boa performance da dupla se deve ao entrosamento obtido quando defendiam o Santos, no ano passado.

“Eu e o Gabriel jogamos um ano juntos no Santos e já viemos com o entrosamento. Ele me deu o passe para um gol e eu dei um para o gol dele. A equipe também se comportou bem e estamos melhorando a cada jogo”, comentou o atacante, que deu um susto na torcida durante o jogo.

Ele demonstrou sentir fortes dores na perna, colocou as mãos no joelho e deu a impressão de que seria algo grave. Mas os médicos confirmaram que foram apenas cãibras e que não se tratava de nada mais grave. O próprio jogador ficou aliviado e não escondeu a alegria pelo momento positivo. “Eu senti muitas dores, mas logo passou e só foram cãibras mesmo”, comentou.

Maior destaque do jogo, Gabriel celebrou os gols e também sua assistência para o companheiro. “Estou feliz pelos gols e também pela assistência (que fez a Bruno Henrique) mas meu objetivo é continuar trabalhando e melhorando. O importante é que a produção da equipe foi boa e agora temos a estreia na Libertadores”, comentou Gabriel que marcou dois gols, o seu terceiro na competição. Fez um na goleada por 4 a 0 na primeira rodada diante do Americano.

O técnico Abel Braga também elogiou o empenho do time, apesar de ter voltado a sofrer um gol. Em oito jogos na temporada, o time só não levou gol na goleada por 4 a 0 sobre a Cabofriense. “Está faltando um pouco de atenção e também de posicionamento. É coisa que vamos acertar com o tempo, de forma natural isso vai acontecer”, declarou.

Em campo, o Flamengo só confirmou que a Portuguesa é mesmo uma grande freguesa. O rubro-negro não perde da Lusa há 14 jogos, com 13 vitórias e apenas um empate. A sua última derrota aconteceu em 1985, portanto, há 34 anos.

Os próximos dias agora são de ajustes para a estreia na Copa Libertadores. O primeiro jogo será contra o San José, na cidade de Oruro, na Bolívia, onde o maior desafio é superar a altitude de 3.735 metros. O jogo vai acontecer na próxima terça-feira, dia 5, às 19h30. Ainda fazem parte do Grupo D a LDU, de Quito, e o Peñarol, do Uruguai.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!