Avaí cede empate ao Atlético-GO e vê vaga no G4 ficar ameaçada na Série B

O Avaí chegou a ficar na frente do placar em duas oportunidades, mas cedeu o empate por 2 a 2…


O Avaí chegou a ficar na frente do placar em duas oportunidades, mas cedeu o empate por 2 a 2 diante do Atlético Goianiense nesta terça-feira, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia, pela 35.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com isso, o time catarinense desperdiçou a chance de encaminhar o acesso à elite nacional.

Com o resultado, o Avaí ficou na quarta colocação com 57 pontos, mas viu o Londrina diminuir a diferença. Em quinto, o time paranaense tem 54. Já o Atlético Goianiense praticamente dá adeus ao sonho, com 52.

O jogo começou intenso. De olho em uma das vagas na elite do futebol brasileiro, o Avaí esboçou um abafa nos minutos iniciais e ficou muito perto de abrir o placar. Faltou sorte a Renato. O meia recebeu de Guga e mandou na trave. E o “poste” estava no caminho da equipe catarinense. Na segunda tentativa do time visitante, Rodrigão aproveitou vacilo da defesa e arriscou de fora da área, novamente na trave.

O Atlético Goianiense foi equilibrando as ações, o que acabou deixando o jogo morno. Thiago Santos cabeceou para fácil defesa de Maurício Kozlinski. Logo depois, Kayzer tentou de bicicleta, mas mandou pela linha de fundo. O time goiano não conseguiu sufocar o Avaí e acabou castigado.

Aos 41 minutos, o Atlético Goianiense tentou afastar o perigo, mas Judson testou para Matheus Barbosa, que deu de cabeça para Renato desviar para Rodrigão. O atacante chutou rasteiro e abriu o marcador em Goiânia.

Em vantagem, o Avaí voltou para o segundo tempo com a clara intenção de administrar o resultado, mas acabou recuando e deu espaço para o Atlético Goianiense contragolpear. Aos 20 minutos, em rápido contra-ataque, André Luis cruzou na medida para Renato Kayzer. O atacante só escorou para o gol.

O Atlético Goianiense desestabilizou o adversário, que começou a só se defender. O time goiano, no entanto, não conseguiu aproveitar a fraqueza do Avaí para virar. Aos 34 minutos, Kozlinski salvou em um arremate de André Luis.

No lance seguinte, o futebol mostrou que pode sempre surpreender. Em uma saída de bola errada do Atlético Goianiense, Luanzinho acionou Renato em velocidade. O meia deu uma cavadinha para tirar Klever e fazer 2 a 1.

Mas o time goiano encontrou força para buscar o empate. Luanzinho fez pênalti infantil em João Paulo. Júlio César cobrou e decretou a igualdade. Antes do apito final, Vitinho, que sofreu um choque na cabeça, deixou o campo mais cedo e o Atlético Goianiense com um homem a menos. O Avaí foi para a pressão, mas não achou o terceiro gol.

Na próxima rodada, o Atlético Goianiense enfrenta o CSA neste sábado, às 17 horas, no estádio Rei Pelé, em Maceió. No mesmo dia, às 17h30, o Avaí recebe o Fortaleza no estádio da Ressacada, em Florianópolis.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 2 x 2 AVAÍ

ATLÉTICO-GO – Klever; Alisson, Lucas Rocha (William Alves), Oliveira e Jonathan; Rômulo (Vitinho), Pedro Bambu e João Paulo; Júlio César, Renato Kayzer e Thiago Santos (André Luís). Técnico: Wagner Lopes.

AVAÍ – Maurício Kozlinski; Guga, Marquinhos Silva, Betão e Igor Fernandes; Judson (Luan), Matheus Barbosa, Renato e Pedro Castro (André Moritz); Rodrigão e Jones Carioca (Luanzinho). Técnico: Geninho.

GOLS – Rodrigão, aos 41 minutos do primeiro tempo; Renato Kayzer, aos 20, Renato, aos 35, e Júlio César, aos 42 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Júlio César, Pedro Bambu e Thiago Santos (Atlético-GO); André Moritz, Guga, Marquinhos Silva e Luan (Avaí).

ÁRBITRO – Leandro Bizzio Marinho (SP).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO).

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!