Atlético-MG recebe Zamora em busca da sobrevivência na Libertadores

O Atlético Mineiro entra em campo nesta quarta-feira em busca da sobrevivência na Copa Libertadores. Às 19h15, no Mineirão, o…


O Atlético Mineiro entra em campo nesta quarta-feira em busca da sobrevivência na Copa Libertadores. Às 19h15, no Mineirão, o time receberá o venezuelano Zamora, pela terceira rodada do Grupo E, em duelo entre times que perderam seus dois primeiros compromissos na chave, contra o paraguaio Cerro Porteño e o uruguaio Nacional.

Após eliminar dois times uruguaios nas etapas preliminares da Libertadores – Danubio e Defensor -, o Atlético-MG decepcionou nas rodadas iniciais da fase de grupos, perdendo em casa para o Cerro, na sua volta como mandante ao Mineirão após cerca de um ano e meio, e em Montevidéu para o Nacional.

Assim, resta ao Atlético-MG superar o Zamora para iniciar uma reação na fase de grupos, para que não caia precocemente na Libertadores. E, de preferência, por uma boa vantagem de gols, com o intuito de ajudá-lo na sequência do Grupo E, ainda mais que o time venezuelano é considerada a equipe mais frágil da chave.

“Estamos jogando a nossa classificação e não podemos dar oportunidades para ninguém, temos que aproveitar todas elas. São quatro jogos e precisamos vencer esses jogos para conseguir a nossa classificação. Sou muito otimista quanto a isso, tem muita coisa para disputar, mas precisamos vencer. É com esse ânimo, com esse objetivo, com essa visão que projeto esses próximos jogos pela Libertadores”, afirmou Ricardo Oliveira, ressaltando a importância do duelo para o time mineiro.

As derrotas nas rodadas iniciais, inclusive, deixaram o técnico Levir Culpi pressionado pela torcida do Atlético, insatisfeita com o desempenho decepcionante na Libertadores. No Campeonato Mineiro, o time até vem fazendo boa campanha, mas a série de nove vitórias foi encerrada no fim de semana, quando o time só empatou por 0 a 0 com o Boa, em Varginha, no duelo de ida das semifinais, mesmo atuando com a força máxima.

Talvez motivado por esse novo sinal de oscilação na Libertadores, Levir deve fazer alterações no meio-campo da equipe. Embora não tenha confirmado a escalação, o técnico pode promover a entrada de Adílson, recuperado de dores no joelho direito, ainda mais que José Welison decepcionou no fim de semana ao ser expulso pela segunda vez na temporada.

Além disso, Elias, que não atua como titular desde 12 de março, data da derrota no Uruguai contra o Nacional, pode ser a surpresa da escalação, na vaga de Jair, para que o time ganhe mais força no setor ofensivo, que contará com a manutenção de Maicon Bolt, titular pela primeira vez nesta Libertadores.

Com a Venezuela enfrentando grave crise financeira e política, o Zamora iniciou a sua viagem ao Brasil ainda no fim de semana. O time também precisa pontuar para não ser eliminado precocemente na Libertadores e estará com as atenções divididas nesta quarta-feira, pois vai atuar pelo Torneio Apertura, com os seus reservas, contra o La Guaira, às 17 horas (de Brasília). O time é o segundo colocado no torneio nacional.

O duelo entre Atlético e Zamora é uma repetição do confronto da edição de 2014 da Libertadores. Na fase de grupos daquele torneio, o time mineiro venceu os dois duelos por 1 a 0, com ambos os gols sendo marcados por Jô.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-MG x ZAMORA

ATLÉTICO-MG – Victor; Guga, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Adilson (José Welison), Elias (Jair) e Cazares; Luan, Ricardo Oliveira e Maicon Bolt. Técnico: Levir Culpi.

ZAMORA – Joel Grateol; Carlos Castro, Kevin De La Hoz, Javier Maldonado e Mayker González; Antonio Romero, Oscar Hernández, Pedro Ramírez e Gustavo Rojas; Guillermo Paiva e Erickson Gallardo. Técnico: José Alí Canas.

ÁRBITRO – Gery Vargas (Bolívia).

HORÁRIO – 19h15.

LOCAL – Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!