Atlético de Madrid e Sevilla empatam em jogo com 4 gols no primeiro tempo


Em confronto direto por vaga na Liga dos Campeões, Atlético de Madrid e Sevilla empataram por 2 a 2 neste sábado, no Wanda Metropolitano, pela 27ª rodada do Campeonato Espanhol. Todos os gols saíram no primeiro tempo, que teve dois pênaltis assinalados pelo VAR.

O resultado foi melhor para o Sevilla, que chegou aos 47 pontos e assegurou permanência no G4 por mais uma rodada. O próximo compromisso será o jogo de ida das oitavas de final da Liga Europa, na próxima quinta-feira, quando receberá a Roma.

Com mais um tropeço no Espanhol, o Atlético soma 45 pontos fora da zona de classificação à Liga dos Campeões. A equipe madrilenha agora volta suas atenções para o torneio continental, em que visita o Liverpool na próxima quarta-feira para segurar a vantagem de 1 a 0 e avançar às quartas de final.

O Atlético de Madrid de Diego Simeone acostumou o torcedor a jogos de poucos gols. No primeiro tempo contra o Sevilla, aconteceu exatamente o contrário. Foi a primeira vez sob o comando do argentino, no Campeonato Espanhol, que a equipe marcou e sofreu dois gols na etapa inicial.

Após início movimentado, com boas chances para ambos os lados, o Sevilla saiu na frente com o holandês Luuk De Jong, aos 19 minutos. O atacante aproveitou cruzamento rasteiro de Jordán e falha de Savic para bater na saída de Oblak.

A resposta dos donos da casa veio em dose dupla: primeiro com o atacante Morata, aos 32, tendo convertido pênalti duvidoso assinalado pelo VAR; depois com o português João Félix, que recebeu de Koke e contou com desvio em Koundé para virar o placar.

O árbitro de vídeo voltou a entrar em ação aos 40 minutos, dessa vez em benefício do Sevilla. Depois de Trippier cometer pênalti em Ocampos, o próprio argentino deslocou Oblak para deixar tudo igual. Antes, o time já havia chegado perto do empate em cabeceio de Reguilón que obrigou o goleiro a fazer grande defesa.

O confronto seguiu movimentado no segundo tempo, com os adversários fazendo de tudo por um lugar no G4. Os gols, no entanto, não apareceram. Embora os visitantes estivessem melhores em campo, foi o Atlético que teve as melhores oportunidades do terceiro gol. Aos 19, Carrasco arriscou chute de fora da área que desviou em Gudelj e parou em Vaclík.

Carrasco teve mais uma chance – claríssima – de marcar o gol da vitória. O belga isolou oportunidade preciosa após pegar sobra quase na marca do pênalti, aos 25. Satisfeito com o empate, o Sevilla passou a ter menos a posse de bola e tentou assustar em contra-ataques e jogadas de bola parada, estratégia que serviu para segurar o resultado.

Também neste sábado, o Mallorca surpreendeu o Eibar fora de casa, por 2 a 1, e colocou fogo na luta contra o rebaixamento. A distância entre as equipes agora é de apenas dois pontos (27 a 25), com o Eibar abrindo o grupo da degola. Dani Rodríguez e Kubo colocaram os visitantes na frente e Pedro Bigas descontou.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora