Arrascaeta minimiza irregularidade do Fla, mas alerta para time não repetir erros


Recuperado de uma lesão muscular, o meia Arrascaeta não se surpreendeu com o mau resultado do Flamengo, domingo, em Salvador, ao perder para o Bahia por 3 a 0, pelo Campeonato Brasileiro, depois da vitória e classificação às quartas de final da Copa Libertadores conquistada frente ao equatoriano Emelec. Segundo o uruguaio, o time ainda busca uma melhor adaptação ao estilo do técnico português Jorge Jesus.

“Quando o treinador chega, vem com as coisas que quer implementar no grupo e temos de entender o que ele quer dentro do campo. Sabemos que vamos cometer erros durante essa adaptação. Temos de diminuir isso e o trabalho do Jorge vai ser muito bom para nós. Vamos precisar de tempo para polir e entender melhor o que ele quer. Sabemos que no Brasil dependemos muito do resultado e vamos estar focados a cada jogo, para sairmos vencedores”, afirmou o meio-campista, em entrevista coletiva nesta terça-feira.

Depois de se reabilitar de lesão, Arrascaeta entrou em campo no decorrer da vitória por 2 a 0 sobre o Emelec, na semana passada, e foi escalado como titular na derrota por 3 a 0 para o Bahia, mas acabou sendo sacado para a entrada de Berrío. E ele reconheceu que ainda luta para readquirir a sua melhor condição física.

“Foi uma sequência dura de jogos com viagem e tudo. Parei agora uns dias, quero treinar bem e forte para melhorar a parte física. A gente sabe que no Brasileiro não tem jogo fácil. O Bahia vinha de um momento difícil e instável, mas é forte em casa. Eles fizeram um primeiro tempo bom e erramos onde não podíamos errar. Vamos pensar no jogo com o Grêmio para não cometer os mesmos erros”, disse o meia, referindo-se ao próximo jogo da equipe, sábado, às 17 horas, no Maracanã, pelo Brasileirão.

Arrascaeta também foi perguntado sobre uma possível contratação do atacante Mario Balotelli, que está sem clube atualmente. Na última segunda-feira, a emissora de TV Sky Sports, da Itália, noticiou que o jogador está conversando com representantes do clube carioca e que uma proposta oficial deverá ser feita nos próximos dias. De acordo com o canal, o italiano de 28 anos se empolgou com a chance de defender o clube carioca, que ainda estaria disposto a oferecer ao atleta um contrato de dois anos e meio e, dentre outras condições, se comprometeria a acertar também com o irmão do atacante, Enock, e emprestá-lo ao Boavista, do Rio.

“É um jogador de muitas qualidades, vem sendo criticado por questões fora do campo, mas atuou em grandes times do mundo. Todos que chegarem podem acrescentar muito, vindo da Europa também”, analisou o uruguaio,

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora