Arrascaeta festeja ano com títulos e bom desempenho individual pelo Cruzeiro

Principal artilheiro do Cruzeiro no ano, com 15 gols, Arrascaeta abriu nesta quarta-feira, junto com o elenco do time mineiro,…


Principal artilheiro do Cruzeiro no ano, com 15 gols, Arrascaeta abriu nesta quarta-feira, junto com o elenco do time mineiro, a sua última semana de trabalho no ano. Nesta mesma tarde da atividade, o meia uruguaio concedeu entrevista coletiva e comemorou os títulos e o bom desempenho individual com a camisa cruzeirense, que também colaboraram de forma importante para que ele se firmasse na seleção do seu país.

“Foi um ano positivo para nós. Voltar a ganhar Copa do Brasil, Campeonato Mineiro, mostramos que fomos um time muito forte em momentos que duvidaram da gente. Respondemos de forma positiva e fico feliz por esse ano”, afirmou o jogador, que nesta temporada atuou pelo Uruguai na Copa do Mundo da Rússia e ainda fez gols decisivos nas finais das duas competições que o Cruzeiro ganhou.

“Sem dúvida que foi um grande ano para mim. Em 2016, tive também um grande número de assistências, muitos gols, mas não ganhei títulos. Então coloco esse ano por cima. Pelas metas pessoais, pelos títulos que ganhamos, Copa do Brasil e Mineiro. Também pela experiência da Copa do Mundo, esse ano foi especial”, ressaltou.

Com a vaga na Copa Libertadores já garantida por causa da conquista da Copa do Brasil, a equipe celeste se prepara para enfrentar o Bahia, domingo, às 17 horas, em Salvador, onde espera fechar o seu 2018 de forma positiva, apesar de não ter mais nenhum objetivo a buscar neste Campeonato Brasileiro.

E Arrascaeta já começou a projetar um novo ano vitorioso em 2019. Ele comentou sobre o assunto ao admitir que tem “desejo de jogar em um grande clube da Europa, como todo jogador tem”, mas ao mesmo tempo enfatizando que neste momento está focado apenas em novos feitos com a camisa cruzeirense.

“É um sonho de criança que nós (jogadores) temos, mas fui bem claro sobre o clube e sobre minha intenção de ajudar o time… Não se sabe se esse dia (de jogar do futebol europeu) chegará ou não, então não estou nem aí para isso, só penso em estar bem no clube e conquistar coisas importantes”, afirmou.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!