Apresentado no Real, Zidane explica retorno após 9 meses: ‘Gosto muito do clube’

Nove meses depois de deixar o Real Madrid, Zinedine Zidane está de volta. Horas após ser anunciado pelo clube nesta…


Nove meses depois de deixar o Real Madrid, Zinedine Zidane está de volta. Horas após ser anunciado pelo clube nesta segunda-feira, o ex-jogador francês foi apresentado oficialmente como novo técnico da equipe merengue, em substituição a Santiago Solari. E em suas primeiras palavras, ele teve que explicar o motivo deste retorno tão pouco tempo após a saída.

“Volto porque o presidente me chamou. E como gosto muito dele e gosto muito do clube, aqui estou. O mais importante é isso. Depois de nove meses, tenho vontade de voltar a treinar. No fim da temporada (passada), o que eu precisava fazer, pelo bem de todos, era mudar”, declarou.

Zidane deixou o Real Madrid em 31 de maio do ano passado, após uma passagem que durou dois anos e meio e rendeu diversas conquistas, sendo a principal o tri consecutivo da Liga dos Campeões da Europa. Na ocasião, sua decisão surpreendeu o mundo, mas ele também tratou de explicá-la.

“Quero ser claro nisto. Quando fui, era o momento necessário para mim, para o vestiário e os jogadores. Eles precisavam. Não era porque eu queria. Achava que depois de dois anos e meio ganhando quase tudo, era preciso mudar. Sei como é este clube e que nem sempre é fácil. Tive várias propostas, mas não quis ir para outra equipe. Queria estar aqui”, afirmou.

Apesar de deixar o Real em um dos melhores momentos de sua história, Zidane reencontra o clube em fase bem diferente. Afinal, depois de sua saída e da negociação de Cristiano Ronaldo, a equipe acumulou fracassos na Liga dos Campeões, na Copa do Rei e está distante da briga pelo título do Campeonato Espanhol. Julen Lopetegui e Santiago Solari tentaram substituir o francês à altura, mas sem sucesso.

“Não vou culpar ninguém (pela má fase). Os treinadores, como Lopetegui e Solari, fizeram o máximo possível para o clube, mas aconteceu como aconteceu. Não vou me meter nisso. Agora, é preciso pensar no que queremos fazer. Precisamos terminar bem a temporada”, apontou.

Zidane também garantiu que não teme “manchar” a imagem deixada na primeira passagem no clube como técnico. “Se eu achasse que poderia estragar minha primeira passagem, não estaria aqui. Meu coração me disse que descansei estes meses e que se o Real Madrid me chama, tenho que vir. A vontade é o que me faz estar aqui. Talvez há quatro meses não tivesse sido assim, mas agora tenho vontade. Talvez seja o momento.”

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!