Após três derrotas seguidas, Cruzeiro tenta reagir contra o São Paulo no Pacaembu


Três derrotas em sequência e a expectativa de tentar a recuperação diante de um adversário que também está em má fase. Este será o status do Cruzeiro ao entrar em campo diante do São Paulo, às 16 horas deste domingo no Pacaembu, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

Com uma posição na tabela de classificação que não condiz com o elenco milionário que possui, a equipe de Belo Horizonte está beirando a zona de rebaixamento, tendo minguados seis pontos e pífios 33,3% de aproveitamento até o momento.

O time treinado por Mano Menezes não sabe o que é vencer desde a terceira rodada, ocasião em que bateu o Goiás, em casa, por 2 a 1. Desde então, foram apenas reveses contra Internacional (3 a 1), Fluminense (4 a 1) e Chapecoense (2 a 1). O detalhe é que o atual bicampeão da Copa do Brasil estava sem perder na temporada até a estreia no Brasileirão, quando caiu para o Flamengo no Maracanã por 3 a 1.

“Se há um momento para recuperarmos a confiança que tínhamos até o jogo do Flamengo, quando éramos o único time invicto do Brasil, é agora contra o São Paulo, porque tem uma tradição muito grande esse jogo. É uma equipe que sempre deu muito trabalho para o Cruzeiro. Ganhar lá será importante para retomar a confiança”, destacou o zagueiro Dedé, sobre o duelo contra uma equipe que vem de eliminação na Copa do Brasil no meio de semana para o Bahia e derrota no clássico contra o Corinthians no Campeonato Brasileiro.

Para a partida, Mano Menezes, que comandou a última atividade em preparação para o jogo deste domingo totalmente fechada à imprensa, terá como desfalques os laterais Edilson, que é titular, e Orejuela, reserva. O volante argentino Lucas Romero deve ser o escolhido para atuar na posição, improvisado.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora