Após desconforto na coxa, Gabriel é poupado de treino do Fla para jogo com Inter


Após sentir um desconforto na coxa durante o clássico contra o Vasco, no último sábado, em Brasília, o atacante Gabriel foi poupado do treino que o elenco do Flamengo realizou na tarde desta segunda-feira, no CT do Ninho do Urubu, que abriu a preparação da equipe para encarar o Internacional, quarta-feira, às 21h30, no Maracanã, pelo confronto de ida das quartas de final da Copa Libertadores.

O jogador foi a única ausência na atividade e ficou realizando um trabalho regenerativo na academia do clube, onde se exercitou sob supervisão de Márcio Tanure, chefe do departamento médico rubro-negro. Autor de dois gols na vitória por 4 a 1 sobre os vascaínos, no estádio Mané Garrincha, o atleta foi apenas preservado e deverá ser confirmado na equipe que vai enfrentar o Inter.

Apenas 15 minutos do treinamento desta segunda-feira foram abertos para a presença da imprensa, quando foi possível ver o técnico Jorge Jesus distribuindo coletes de cores diferentes para alguns jogadores, mas isso ocorreu de maneira aleatória e não indicou qualquer possível formação titular que ele poderá mandar a campo na quarta-feira.

O meia Reinier, jovem promessa que na semana passada defendeu a seleção brasileira sub-17 em dois amistosos contra o Chile e marcou três gols ao total nestes duelos preparatórios para o Mundial da categoria, se reapresentou ao Flamengo e treinou nesta segunda.

PEDIDO AOS TORCEDORES – O último treino visando o duelo diante do Inter será na manhã desta terça-feira, às 10 horas. E, dois dias antes do confronto, o clube carioca divulgou uma nota em site oficial para pedir que os seus torcedores se comportem de maneira adequada no Maracanã.

A solicitação foi motivada pelo fato de que, no último dia 9, a Conmebol aplicou uma punição ao clube por causa de ações irregulares da torcida rubro-negro na partida de volta das oitavas de final da Libertadores, contra o Emelec, em 31 de julho, no Rio, e informou que novos atos desta natureza renderão sanções mais severas. Naquela ocasião, alguns seguidores do time carioca utilizaram sinalizadores e bombas dentro do estádio, onde a equipe garantiu classificação à próxima fase da competição com um triunfo nas penalidades após vitória por 2 a 0 no tempo normal sobre a equipe equatoriana.

“Como consequência, o clube foi multado em US$ 10.000,00 e ainda recebeu uma notificação, advertindo que em caso de nova reincidência nestas quartas de final – o Flamengo já havia sido punido pelos acontecimentos na final da Copa Sul-Americana de 2017 -, medidas mais duras seriam tomadas. Para não sofrer mais qualquer tipo de punição – que pode chegar à perda de mandos de campo em futuros jogos de torneios da Conmebol -, o Flamengo faz um pedido à nação rubro-negra: torça com responsabilidade. Seu apoio é fundamental para que nossos atletas busquem as vitórias dentro de campo, e sua consciência na arquibancada é primordial para que o clube não seja punido”, pediu a direção do clube ao se dirigir aos torcedores que irão quarta-feira ao Maracanã.

E o comunicado ainda foi específico ao listar os atos que não podem ser cometidos pelos torcedores. “Não jogue objetos no gramado, não danifique ou vandalize as estruturas do estádio, não utilize fogos, bombas, sinalizadores ou qualquer objeto pirotécnico no interior do estádio. Não provoque brigas com outros torcedores, não leve para o estádio faixas, bandeiras, rolos de papel, apitos, guarda-chuvas ou iluminação a laser e ajude a identificar os torcedores que por ventura cometam algum tipo de infração. Os principais prejudicados, caso estas infrações aconteçam, serão o Flamengo e a própria nação rubro-negra”, completou.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora