Após aposentadoria, Bolívar ganha homenagem do Inter

Clube gaúcho exaltou a carreira do agora ex-jogador, afirmando que ele "mudou a história" do time


A decisão do zagueiro Bolívar de se aposentar do futebol aos 35 anos não passou despercebida pelo Internacional. Muito pelo contrário. Em nota no seu site oficial, o clube gaúcho exaltou a carreira do agora ex-jogador, afirmando que ele “mudou a história” do Inter, lembrando a sua gloriosa passagem pela equipe, que inclui as conquistas dos títulos das edições de 2006 e 2010 da Copa Libertadores.

“Um dos principais pilares do time que mudou a história colorada está pendurando as chuteiras. Aos 35 anos, Bolívar, o General, anunciou sua despedida dos gramados, mas sua trajetória ficará marcada para sempre na cabeça dos colorados. Um verdadeiro líder dentro e fora de campo, o defensor empilhou taças e garantiu o seu lugar na história do clube”, escreveu o Inter.

Bolívar participou no último fim de semana do jogo festivo Lance de Craque, organizado pelo ex-companheiro D’Alesandro, no Beira-Rio, palco de alguns dos principais momentos da sua carreira, que teve a passagem pela Portuguesa como seus últimos momentos como jogador profissional. Antes, também neste ano, defendeu o Novo Hamburgo no Campeonato Gaúcho.

Ídolo da torcida do Inter, Bolívar foi revelado pelo Guarani de Venâncio Ares e teve duas passagens pelo clube, separadas por um período em defendeu o francês Monaco. Além dos dois títulos da Libertadores, ele também foi campeão da Copa Sul-Americana, da Recopa e faturou em cinco oportunidades o Campeonato Gaúcho com a camisa do Inter.

Bolívar também defendeu o Botafogo em 2013 e 2014, quando foi afastado durante o segundo semestre por desentendimentos com a diretoria. Agora o “General”, como era carinhosamente chamado pelos torcedores do Inter, deixa os gramados com o seu nome eternizado na história do clube gaúcho.

drug prescription card open walgreens code photo
LIBERAL VIRTUAL Acesse agora