Apesar de revés e da lanterna, Brigatti elogia Ponte: ‘Está em crescente’


Mesmo com derrota de virada no Dérbi 196, João Brigatti enxergou a Ponte Preta em evolução dentro do Campeonato Paulista. O treinador lamentou o resultado negativo, suficiente para levar a equipe a amargar a lanterna, mas exaltou pontos positivos da atuação do seu time na derrota por 3 a 2 para o Guarani, segunda-feira, no Brinco de Ouro.

“Eu acho que a Ponte está em uma crescente, principalmente mostrando futebol e criando inúmeras oportunidades. Essas coisas não vinham acontecendo. O resultado, hoje, pode ter certeza de que não condiz com o que foi a partida”, analisou.

“A equipe é um pouco inexperiente, mas a situação também ajuda bastante. O Campeonato Paulista é traiçoeiro. Você tem que ter um pouco mais de equilíbrio e um corpo de atletas um pouco mais experientes, mas, enfim”, continuou.

Brigatti mostrou-se satisfeito com o futebol apresentado pela equipe alvinegra, principalmente no primeiro tempo, quando desceu aos vestiários com vantagem de 2 a 0 no placar.

“Nós tivemos um primeiro tempo quase que perfeito, né. Na verdade, bola na trave e fizemos 2 a 0. O time estava muito consistente e buscando o ataque toda hora. No intervalo, na verdade, pedi para que a gente não baixasse tanto como baixou para poder aproveitar os contra-ataques ali. Nós criamos algumas situações também, mesmo tendo um gol irregular”, pontuou.

“Nós tomamos o primeiro gol muito cedo e isso nos atrapalhou bastante. Mesmo irregular, nós criamos situações até para fazer o terceiro e o quarto gol, mas não conseguimos matar. E aí, em situações adversas, logicamente o Guarani iria se atirar para cima e conseguiram empatar. Mesmo nessa situação, criamos também e poderíamos ter feito o 3 a 2, mas saímos derrotados”, finalizou.

Com novo tropeço, a Ponte Preta amarga a lanterna do Campeonato Paulista, com apenas sete pontos. O próximo compromisso será diante do Novorizontino, no Estádio Moisés Lucarelli, em dia e horário indefinidos – competição está paralisada por tempo indeterminado em virtude da pandemia do coronavírus.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora