Andrés Sanchez diz que liberou Jean para facilitar contratação do Corinthians

O Corinthians tem três jogadores emprestados ao Botafogo: o zagueiro Yago, o lateral-esquerdo Moisés e o volante Jean. Destes, somente…


O Corinthians tem três jogadores emprestados ao Botafogo: o zagueiro Yago, o lateral-esquerdo Moisés e o volante Jean. Destes, somente o último foi liberado pela diretoria do clube paulista para entrar em campo no jogo entre as equipes no último domingo, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, pela 32.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A liberação de somente um jogador gerou grande polêmica nos bastidores. O jornal Correio Braziliense informou que a liberação aconteceu após pedido de Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados e torcedor botafoguense, ao presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, que é deputado federal pelo PT-SP.

O Estado contatou Maia e Sanchez, que negaram qualquer conversa. A oposição corintiana, o Movimento Corinthians Grande, solicitou formalmente junto ao Conselho Deliberativo do clube que o presidente alvinegro desse explicações sobre o motivo de apenas um dos atletas ter sido liberado para entrar em campo.

Nesta terça-feira, Sanchez, por meio de nota, justificou que a liberação aconteceu para facilitar uma possível contratação do Corinthians. O mandatário, no entanto, não especificou qual jogador do Botafogo o clube está interessado.

“Como estamos em negociações para a contratação de um atleta do clube carioca, aceitamos liberar o atleta Jean para disputar a partida em questão, sendo a multa contratual estabelecida em favor do Corinthians utilizada para facilitar a contratação por nós pretendida”, escreveu Andrés.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!