Amistoso do Novembro Azul atrai mais de mil pessoas em Americana

Cerca de 1,5 tonelada de sabão em pó foi arrecadada no evento, segundo estimativa inicial da organização; confira as fotos


Mais de mil pessoas estiveram presentes no Estádio Victório Scuro para acompanhar a oitava edição do Novembro Azul na manhã deste domingo, em Americana. Cerca de 1,5 tonelada de sabão em pó foi arrecadada, de acordo com uma estimativa inicial da organização do evento, à cargo do jornal O Jogo e do Colorado Esporte Clube

Foto: Leonardo Oliveira / O Liberal
Partida de futebol movimentou a programação do Novembro Azul em Americana neste domingo 

Em campo, destaques como Jonas (ex-atacante da seleção brasileira), Fumagalli, Adoniram, Zé Teodoro e o apresentador da EPTV, Oswaldo Luís, participaram de uma partida de futebol. O foco, porém, era a campanha de prevenção ao câncer de próstata.

“A gente fica feliz de estar aqui participando, colaborando e prestigiando esse grande evento. Eu fico honrado e feliz pelo convite”, disse o atacante Jonas, em entrevista.

Todos os 100 vouchers para exames de PSA (Antígeno Prostático Específico) foram distribuídos para homens acima de 45 anos presentes no local. Caso algum resultado apresente alteração, médicos voluntários farão o acompanhamento do paciente – eventuais biópsias e procedimentos cirúrgicos serão feitos gratuitamente.

“Essa edição foi a melhor de todos esses oito anos. Número de participantes, o clima muito agradável, não só o ambiente, mas o astral das pessoas, foi bacana, eu estou muito satisfeito” destaca Zaramelo Jr., diretor do O Jogo.

Os participantes que doaram o sabão em pó receberam uma camiseta do evento. Os produtos serão destinados para 12 entidades assistenciais cadastradas no clube. A ideia, segundo o médico Rogério Panhoca, é que as crianças que fazem parte do Colorado levem os itens para a sede das entidades.

“Esse evento não acaba hoje. A ideia é que as crianças percebam que tem gente em situação pior que a delas, porque a gente sabe que muitas das nossas crianças são de uma realidade social bastante difícil. É mostrar que até aquela criança que é de uma classe social não muito favorecida pode ser útil à sociedade”, disse o médico Rogério Panhoca, presidente do Colorado.

O amistoso Novembro Azul ainda contou com uma equipe que realizou exames de aferição de pressão arterial e deu orientações sobre alimentação, atividade física e qualidade de vida.

“O Novembro Azul está no calendário, é o último domingo de novembro, está marcado realmente. A gente fica feliz de rever alguns amigos, bater um papo, jogar o futebol e descontrair entorno de uma causa maior que é essa conscientização tão importante”, relatou o apresentador Oswaldo Luís ao LIBERAL.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora