19 de abril de 2021 Atualizado 22:39

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Fred e Cano marcam no empate entre Fluminense e Vasco pela Taça Guanabara

Por Agência Estado

30 mar 2021 às 23:38 • Última atualização 31 mar 2021 às 10:31

Fluminense e Vasco realizaram um clássico bastante movimentado, nesta terça-feira, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, mas o empate, por 1 a 1, não foi bom para as equipes na disputa da Taça Guanabara. O time tricolor chegou aos dez pontos, em quinto lugar, enquanto a equipe cruzmaltina soma sete, na oitava colocação.

O Fluminense começou o jogo mais ligado e com apoio do talento de seus jogadores mais experientes. Com isso, aos três minutos, Nenê levou muito perigo ao gol de Lucão, ao bater com maestria um escanteio e quase conseguiu um gol olímpico.

Aos 13, foi a vez de Fred aplicar uma bela ‘caneta’ em Andrey no início da jogada, que terminou com o perigoso cruzamento de Callegari pelo lado direito, que Lucca não conseguiu alcançar para tentar abrir o placar.

O Vasco, então, passou pressionar mais a marcação e valorizar mais a posse de bola, mas a falta de criatividade impediu que o time de São Januário levasse perigo ao gol de Marcos Felipe. A equipe sentiu bastante a ausência de Talles Magno, que vai precisar se submeter a uma artroscopia no joelho. O melhor momento cruzmaltino foi um chute de Zeca por cima do travessão.

Nos quinze minutos finais, as duas equipes passaram a errar muitos passes e o nível técnico da partida caiu muito. Aos 37, em raro momento em que o time das Laranjeiras conseguiu entrar com a bola na área adversária na primeira etapa, Léo Matos tocou para a chegada de Andrey, que cruzou para o oportunista Cano fazer o primeiro gol do jogo.

A segunda etapa começou e os veteranos tricolores não perderam tempo para igualar o placar. Nenê cobrou escanteio da esquerda e Fred subiu no meio dos defensores vascaínos para ganhar de cabeça e fazer um belo gol, o seu 180º pelo clube: 1 a 1.

O Fluminense acusou o golpe. A iniciativa e o domínio passou todo para o Fluminense, que praticamente ‘alugou’ o meio de campo. O Vasco, desorientado, passou a dar chutões para a frente e a bola logo retornava nos pés tricolores. A melhor oportunidade foi um chute perigoso de longe de Gabriel Teixeira.

Ao perceber o momento crítico do seu time, o técnico Marcelo Cabo colocou os rápidos Laranjeira e Lucas Figueiredo, que na primeira jogada já levaram perigo para Marcos Felipe. E o Vasco ficou ainbda mais à vontade quando Fred e Nenê, cansados, foram substituídos.

As melhores chances passaram a ser do Vasco. Andrey em duas belas cobranças de falta, uma chegou a pegar na trave, Laranjeira e Cano também criaram boas oportunidades para conseguirem o segundo gol. O Fluminense viveu exclusivamente dos contra-ataques criados por Kayky, de 17 anos, que exagerou no drible e desperdiçou duas boas chances.

Mas dois grandes momentos ainda estavam por vir. Aos 45, Laranjeira, livre, finalizou de primeira dentro da área, mas a bola foi em cima do goleiro Marcos Felipe, que fez boa defesa. Aos 47, Ricardo quase marcou de cabeça.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 1 X 1 VASCO

FLUMINENSE – Marcos Felipe; Calegari, Nino, Frazan e Egídio; Yago Felipe (Wellington), Martinelli e Nenê (Ganso); Luiz Henrique (Kayky), Fred (John Kennedy) e Lucca (Gabriel Teixeira). Técnico: Roger Machado.

VASCO – Lucão; Léo Matos, Miranda (Ricardo), Leandro Castan e Zeca; Bruno Gomes (Lucas Figueiredo), Andrey e Galarza; Gabriel Pec (Juninho), Carlinhos (Laranjeira) e Cano. Técnico: Marcelo Cabo.

GOLS – Cano aos 37 minutos do primeiro tempo. Fred a um minuto do segundo tempo.

ÁRBITRO – Diego da Silva Lourenço.

CARTÕES AMARELOS – Cano, Gabriel Teixeira e Frazan.

RENDA E PÚBLICO – Jogo disputado sem torcida.

LOCAL – Volta Redonda.

Publicidade