14 de janeiro de 2021 Atualizado 14:39

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Esporte

Cielo e Sartori são eleitos os melhores nadadores da década no Brasil

Troféu Best Swimming elegeu atletas em 23 categorias

Por Rodrigo Alonso

05 jan 2021 às 14:27 • Última atualização 06 jan 2021 às 09:56

O barbarense Cesar Cielo foi eleito o melhor nadador brasileiro da última década no Troféu Best Swimming, premiação realizada pelo site de mesmo nome, focado em esportes aquáticos. O americanense Murilo Sartori também aparece na lista de premiados. Ele venceu na categoria Juvenil.

Os vencedores foram escolhidos por um painel de profissionais que reúne jornalistas, especialistas e ex-atletas olímpicos. Eles elegeram os melhores dos últimos dez anos em 23 categorias – há uma divisão, inclusive, por gênero. Os resultados saíram no último dia 31.

Cielo conseguiu seus melhores resultados entre 2008 e 2009, com destaque para a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim. No entanto, o barbarense de 33 anos também acumulou conquistas na década seguinte.

O nadador barbarense Cesar Cielo – Foto: João Carlos Nascimento – O Liberal

Nesse período, ele faturou o bronze nas Olimpíadas de Londres-2012, nos 50 metros livre, e somou cinco medalhas em Mundiais de piscina longa – quatro de ouro e uma de prata.

Cielo ainda tornou-se o único tricampeão mundial dos 50 m livre e também o brasileiro com maior número de medalhas em campeonatos mundiais entre todas as modalidades: 19.

Murilo Sartori foi eleito melhor nadador juvenil – Foto: Arquivo Pessoal

Murilo, por sua vez, conquistou o Troféu Best Swimming por conta de seus feitos entre 2017 e 2018, quando ele estava na classe Juvenil.

Em 2018, aos 16 anos, o americanense era o nadador mais novo da seleção brasileira que disputou os Jogos Olímpicos da Juventude, na Argentina. Nas três edições anteriores do evento, nunca um atleta Juvenil havia feito parte da equipe nacional.

Murilo avançou à final dos 200 m livre e alcançou o sexto lugar na decisão. Ele ainda ficou com a prata no revezamento 4×100 m livre.

Também em 2018, no Troféu Chico Piscina, o Campeonato Internacional Infantil e Juvenil, o americanense se tornou o único nadador da história do torneio a ser tetracampeão em duas provas diferentes, nos 200 e 400 m livre.

Além das vitórias, Murilo estabeleceu recordes brasileiros e sul-americanos na classe Juvenil. Segundo o site Best Swimming, ele passou invicto em suas provas nessa categoria.

O atleta de 18 anos é treinado por Fabio Cremonez e integra a equipe Natação Americana. “É uma honra ser reconhecido entre os melhores. Isso prova que eu e o Fabio Cremonez estamos no caminho certo. Parabéns a todos os indicados e ganhadores”, disse Murilo em suas redes sociais.

Demais eleitos

Melhor Treinador do Brasil – Alberto Pinto da Silva

Melhor Revezamento do Brasil – 4x100m livre (prata no Mundial de Budapeste em 2017)

Melhor Nadador de Águas Abertas – Allan do Carmo

Melhor Nadadora de Águas Abertas – Poliana Okimoto

Melhor Treinador Paralímpico – Marcos Rojo Prado

Melhor Nadadora Infantil – Fernanda Celidônio

Melhor Nadador Infantil – Lucas Tudoras

Melhor Nadadora Juvenil – Stephanie Balduccini

Melhor Nadador Juvenil – Murilo Sartori

Melhor Nadadora Júnior – Gabrielle Roncatto

Melhor Nadador Júnior – Matheus Santana e Brandonn Almeida

Melhor Revezamento do Mundo – Austrália 4x200m livre (recordista mundial em 2019)

Melhor Treinador do Mundo – Bob Bowman e Gregg Troy

Melhor Nadadora Júnior do Mundo – Ruta Meilutyte (Lituânia)

Melhor Nadador Júnior do Mundo – Andrei Minakov (Rússia)

Melhor Nadador do Mundo de Águas Abertas – Oussama Mellouli (Tunísia)

Melhor Nadadora de Águas Abertas – Sharon van Rouwendaal (Países Baixos)

Publicidade