15 de outubro de 2021 Atualizado 00:05

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

‘Está no meu DNA’, diz Cristiano Ronaldo após 10º ‘hat-trick’ pela seleção

Por Agência Estado

12 out 2021 às 22:22 • Última atualização 13 out 2021 às 07:13

Com os três gols marcados na goleada por 5 a 0 aplicada por Portugal sobre Luxemburgo, nesta terça-feira, Cristiano Ronaldo chegou ao 10.º “hat-trick” jogando pela seleção, feito muito valorizado por ele em publicação nas redes sociais, logo após a partida. Mais do que a marca individual, entretanto, o craque exaltou a importância do resultado na trajetória portuguesa por uma vaga na Copa do Mundo de 2022.

“Mais uma vitória, mais um passo rumo ao nosso objetivo, mais uma noite histórica na defesa das nossas cores! Tudo se torna mais fácil quando jogamos em casa e perante um público que nos acarinha do primeiro ao último minuto. Eu tinha prometido que iria sempre à procura de mais e mais e mais! Está no meu e no nosso DNA, nunca nos contentamos, nunca baixamos os braços e vamos sempre lutar por tudo o que pudermos alcançar! Força Portugal!”, escreveu o atacante.

De fato, Cristiano Ronaldo procura sempre ir além e muitas vezes consegue, conforme mostram os números. O 10.º “hat-trick” vestindo a camisa da seleção portuguesa foi o 58.º da carreira do jogador de 36 anos, que conseguiu o feito uma vez jogando pelo Manchester United, 44 no Real Madrid e três enquanto defendia a Juventus.

Além da marca expressiva que representam, os três gols desta terça-feira tornaram Luxemburgo a seleção que mais teve a rede balançada pelo atacante português, autor de nove gols contra o time. A lista de maiores vítimas tem, na sequência, Suécia e Lituânia, cada uma com sete gols sofridos marcados por Cristiano Ronaldo.

No fim das contas, com ou sem “hat-trick”, o que importa mesmo para Portugal é a vaga na Copa de 2022, no Catar. Com a vitória, a equipe chegou aos 16 pontos e segue em segundo lugar no Grupo A das Eliminatórias, a um da líder Sérvia, mas depende apenas das próprias forças para se classificar. Isso porque enfrenta a Irlanda na próxima rodada, a penúltima, e os sérvios não jogam, pois o grupo tem cinco integrantes e um sempre folga.

Na rodada final, o adversário da seleção portuguesa será justamente a Sérvia. Apenas o primeiro colocado garante a vaga direta, enquanto que o segundo precisa disputar a repescagem.

Publicidade