28 de maio de 2022 Atualizado 12:09

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

PALCO DO ADEUS

São Paulo relembra despedida de Telê Santana no Décio Vitta, em Americana

Último jogo da carreira do falecido treinador foi realizado há exatos 26 anos, com empate entre Rio Branco e Tricolor

Por Rodrigo Alonso

27 Janeiro 2022, às 16h43 • Última atualização 27 Janeiro 2022, às 17h06

Há exatos 26 anos o falecido treinador Telê Santana dava adeus ao futebol. E sua despedida aconteceu em Americana, no estádio Décio Vitta, com empate por 1 a 1 entre Rio Branco e São Paulo. O jogo, que marcou o fim de uma era, foi relembrado pelo Tricolor do Morumbi nas redes sociais, nesta quinta-feira (27).

Naquele 27 de janeiro de 1996, Marcos Assunção abriu o placar para o Tigre, aos 31 do segundo tempo, em cobrança de pênalti.

Guilherme deixou tudo igual seis minutos mais tarde, com o sexto gol olímpico da história são-paulina. A equipe paulistana só voltou a marcar um gol olímpico 21 anos depois, em 2017, com o peruano Cueva.

Na semana seguinte àquela partida de 1996, que valia pelo Campeonato Paulista, Telê sofreu uma isquemia cerebral que o afastou dos gramados.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Segundo o jornalista e historiador Claudio Gioria, autor do “Almanaque do Rio Branco – O embaixador de Americana”, o confronto chegou a ser interrompido pela chuva no final do primeiro tempo. “Caiu o mundo em Americana”, conta.

Ficha técnica, segundo o “Almanaque do Rio Branco – O embaixador de Americana”:

RIO BRANCO
Júlio Cesar; Polaco (Nélson), Balu, Jonílson e Adriano Luís; Marcos Assunção, Norberto, Marco Antônio Boiadeiro e Aritana; Zé Roberto e Betinho (Marcelo Sergipano). Técnico: Cláudio Duarte.

SÃO PAULO
Zetti; Edinho, Pedro Luís, Gilmar e André Luiz; Donizete, Edmilson, Sandoval e Aílton (Guilherme); Almir e Valdir. Técnico: Telê Santana.

GOLS: Marcos Assunção aos 31’/2ºT (Rio Branco); Guilherme aos 37’/2ºT (São Paulo).
ÁRBITRO: Francisco Dacildo Mourão.
CARTÕES AMARELOS: Jonílson, Marcos Assunção, Marco Antônio Boiadeiro e Adriano Luís (Rio Branco); Gilmar, André Luiz e Zetti (São Paulo).
PÚBLICO: 4.431 torcedores.
RENDA: R$ 41.515.
LOCAL: Estádio Décio Vitta, em Americana (SP).

Publicidade