02 de julho de 2022 Atualizado 17:02

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

MEDALHA INTERNACIONAL

Samuel Pereira é vice-campeão nos Jogos Pan-Americano Júnior

Destaque do BMX, americanense de 21 anos subiu ao pódio no evento poliesportivo realizado em Cali, na Colômbia

Por Rodrigo Alonso

29 de novembro de 2021, às 15h18 • Última atualização em 29 de novembro de 2021, às 18h45

Piloto do Americana Bicicross Clube conquistou uma prata para o Brasil no torneio – Foto: Divulgação

Líder do ranking brasileiro de 2019, o americanense Samuel Pereira de Oliveira também está, agora, entre os melhores das Américas no BMX. Ele conquistou no último sábado (27) medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos Júnior de Cali-2021, na Colômbia.

O piloto de 21 anos subiu ao pódio acompanhado de dois colombianos: o campeão Mateo Carmona e o terceiro colocado Juan Valencia.

“Para mim, foi uma satisfação enorme poder representar o nosso País, e bem ainda, graças a Deus, com uma posição boa. Feliz demais por tudo que está acontecendo comigo nestes dias”, disse.

Competição inédita, o Pan Júnior reúne esportistas de até 23 anos e se estende até o próximo domingo – começou no último dia 25. Ao todo, há 3,8 mil participantes, de 41 países, em 39 modalidades.

O Brasil tem a terceira maior delegação, com 358 atletas, entre eles a atual campeã mundial de skate Pamela Rosa.

“Foi gratificante saber que o pessoal confiou em mim, confiou no meu potencial, acreditou em mim, que eu podia estar ali. Simplesmente, aproveitei a chance para mostrar do que sou capaz”, declarou Samuel, que foi convocado pela CBC (Confederação Brasileira de Ciclismo) em outubro.

Para ele, seu resultado pode ajudar a alavancar a modalidade no País. “Foi bom principalmente para a galera ver, conhecer o esporte, que não é tão conhecido assim. A galera não tem um conhecimento muito grande. Então, foi bom para abrir novas portas. Quem sabe, a galera começa a olhar para o bicicross com outros olhos”, afirmou.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Na Colômbia, o americanense pedalou na sexta, quando houve os treinos, e no sábado. Antes da decisão, ele disputou as quartas de final e as semifinais, nas quais se colocou entre os oito finalistas.

“Fiquei calmo, não fiquei pensando muito. Só cheguei lá e fiz”, comentou o ciclista, que representa o ABC (Americana Bicicross Clube).

Publicidade