27 de maio de 2022 Atualizado 19:38

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

MARKETING

Rio Branco tem projeto pronto para lançar programa de sócio-torcedor

Plano foi revelado pelo presidente Gilson Bonaldo durante entrevista ao vivo na Rádio Clube (AM 580)

Por Rodrigo Alonso

20 Janeiro 2022, às 07h37

O Rio Branco deve lançar, em breve, um programa de sócio-torcedor. Durante participação ao vivo no Caderno de Esportes, na Rádio Clube (AM 580), o presidente Gilson Bonaldo afirmou nesta quarta-feira (19) que o clube já tem um projeto pronto para o lançamento do novo pacote.

Segundo ele, haverá diferentes planos, tanto para quem quiser apenas acesso aos jogos da equipe como para aqueles que também desejam frequentar a Sede Náutica.

Mandatário afirmou que todos da equipe deverão estar vacinados – Foto: Rodrigo Alonso / O Liberal

“No departamento de marketing, nós estamos com um projeto pronto já para levar isso às empresas que serão nossas parceiras e divulgar isso na mídia”, disse o mandatário.

Maiores detalhes ainda serão divulgados pelo departamento de marketing, possivelmente ainda neste mês. Gilson lembrou que programas como esse já foram lançados por gestões anteriores, mas não tiveram sequência.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

De acordo com ele, a diretoria tem estudado para que, desta vez, a história seja diferente. “Nós estamos tentando descobrir o macete e o porquê de não ter dado sequência nisso [nas outras vezes]”, comentou.

Paralelamente, o Rio Branco tem trabalhado no planejamento para o Campeonato Paulista Sub-23 Segunda Divisão, a popular Bezinha. A competição, conforme informações do clube, vai começar em 24 de abril ou 1º de maio. A definição da data ocorrerá em conselho técnico marcado para 15 de fevereiro.

Vacinação
O presidente contou que a apresentação do elenco acontecerá, no máximo, na primeira semana de março. Também apontou que todos deverão estar vacinados contra o coronavírus (Covid-19). Inclusive, Gilson acredita que o próprio protocolo do torneio exigirá a imunização dos participantes.

“É um grupo que está ali, e eu não posso colocar em risco. Então, a nossa decisão é unânime, porque, mesmo que aconteça alguma coisa, pelo menos está um pouco mais suave [a gravidade dos sintomas]”, declarou.

Publicidade