16 de janeiro de 2021 Atualizado 08:38

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Segunda Divisão

Rio Branco inicia as oitavas de final com dúvida para o ataque

Time encara a Francana neste sábado; Brendon e Lucas Soares disputam a vaga de David, suspenso

Por Rodrigo Alonso

21 nov 2020 às 08:25 • Última atualização 21 nov 2020 às 08:26

Com dúvida no ataque, o Rio Branco encara a Francana neste sábado, às 15 horas, na partida de ida das oitavas de final do Campeonato Paulista Sub-23 Segunda Divisão, a popular Bezinha. O confronto acontece no estádio Décio Vitta, em Americana.

Por ter conquistado melhor campanha na primeira fase, a Francana avançará para as quartas de final em caso de empate na soma dos dois resultados. O jogo da volta ocorre na próxima quarta-feira, às 16 horas, em Franca.

Atacante Brendon é um dos cotados para começar o jogo como titular – Foto: Alex Ferreira / Rio Branco

O único desfalque do Tigre é o atacante David, que cumpre suspensão após ter sido expulso na vitória por 3 a 2 sobre o União Barbarense, na última quarta-feira. A vaga será ocupada por Brendon ou Lucas Soares.

“A gente está estudando uma melhor forma de encaixar uma outra pessoa. Treinou o Brendon, treinou o [Matheus] Lu por dentro, colocando o Lucas Soares por fora. No demais, a equipe é a mesma que jogou contra o União Barbarense”, disse o técnico Marcos Campangnollo.

Segundo ele, o time está embalado pelo desempenho nos dois últimos jogos, quando empatou em 0 a 0 com a Itararé, fora de casa, e venceu o dérbi. “A gente está com a moral elevada e tenho certeza que a gente vai fazer um bom jogo amanhã [hoje]”, afirmou.

O Tigre encerrou a primeira fase na terceira posição do Grupo 4, com 13 pontos, e ficou com a 14ª melhor campanha entre os 16 classificados. A Francana, por sua vez, foi a líder do Grupo 3, com 20 pontos, e tem o terceiro melhor retrospecto da competição.

Ao todo, os dois adversários já se enfrentaram 13 vezes na história, com seis vitórias do Tigre, duas da Francana e cinco empates. Os dados são do historiador Gabriel Pitor.

Hoje, a equipe de Franca conta com o treinador Paulinho McLaren, que, no início do ano, despertava o interesse do Rio Branco. À época, o clube americanense também avaliava outros nomes para esta temporada e, por fim, contratou Jorge Parraga, já demitido.

Publicidade