08 de março de 2021 Atualizado 13:12

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Natação

Murilo Sartori vai em busca de sua 1ª medalha no Troféu Brasil

Americanense compete a partir desta quinta-feira, no Rio de Janeiro; primeira prova será os 200 m livre

Por Rodrigo Alonso

10 dez 2020 às 07:52 • Última atualização 10 dez 2020 às 07:54

Em busca de um lugar no pódio, o americanense Murilo Sartori disputa, a partir desta quinta-feira, o Troféu Brasil de Natação, no Rio de Janeiro. O objetivo dele, desta vez, é conquistar suas primeiras medalhas no torneio, que reúne os principais nadadores do País.

O evento começou nesta quarta, no Club de Regatas Vasco da Gama, mas Murilo estreia hoje, nos 200 metros livre. Ele também nada os 100 e 400 m livre na sexta.

Objetivo é buscar o pódio nas provas que vai disputar nesta edição do Troféu Brasil – Foto: Arquivo Pessoal

Em todos os dias de competição, as eliminatórias acontecem a partir das 9h30, enquanto as finais têm início às 18 horas. A programação pode ser acompanhada ao vivo por meio da TV CBDA (tvcbda.tvnsports.com.br).

Em sua última participação no Troféu Brasil, no ano passado, Murilo ficou em quinto lugar nos 200 m livre, com 1min47s75. O resultado lhe rendeu o recorde nacional da categoria Júnior.

Agora, ele pretende ir além, segundo seu treinador, Fabio Cremonez. “A expectativa é tentar conquistar as primeiras medalhas de Brasileiro Absoluto, principalmente nas provas de 200 e 400”, disse o técnico da equipe Natação Americana.

O americanense de 18 anos também vai brigar por vaga no próximo Campeonato Sul-Americano Absoluto, marcado para 2021, na Argentina.
Apesar de o torneio continental não ter limite de idade, a seleção brasileira será formada apenas por atletas de até 20 anos, por opção da CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos). A intenção da entidade é dar mais experiência internacional aos jovens.

Para Murilo se classificar, basta ficar entre os dois melhores atletas de até 20 anos nas provas de 100 ou 200 m, ou ser o melhor nadador dessa faixa etária nos 400 m, conforme os critérios de convocação divulgados pela CBDA, que levam em consideração os tempos e não as colocações finais.

O nadador afirmou que buscará a classificação já nas eliminatórias. “Tentar nadar bem de manhã e, à tarde, vir para ganhar a prova”, apontou.

SELEÇÃO
Neste ano, Murilo fez parte pela primeira vez da seleção adulta. Ele representou o País no Open de Loulé, em Portugal, e foi campeão em quatro provas: 200, 400, 4×100 e 4×200 m livre.

Ele também quer estar com o Time Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio, marcados para 2021. A seletiva será no ano que vem.

Publicidade