26 de fevereiro de 2021 Atualizado 18:29

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

APÓS TÍTULO

Gustavo Scarpa é abordado pela PM ao comemorar título em Hortolândia

Meia do Palmeiras expôs a situação nas redes sociais e brincou: “são santistas, certeza”

Por Rodrigo Alonso

31 jan 2021 às 15:56 • Última atualização 31 jan 2021 às 19:12

Jogador foi campeão da Libertadores neste sábado, no Maracanã – Foto: Reprodução / Instagram

O meia Gustavo Scarpa, do Palmeiras, foi abordado pela PM (Polícia Militar) enquanto comemorava o título da Libertadores em sua cidade de origem, Hortolândia, na madrugada deste domingo (31).

Ele expôs a situação nas redes sociais, por meio de vídeo, e brincou: “deu ruim. São santistas, certeza”. Não havia aglomeração.

Scarpa estava ao lado do letreiro que mostra o nome da cidade. “Melhor lugar de todos. Hoje tem”, diz. Num primeiro momento, ele aparece na filmagem sozinho, com uma lata de leite condensado e um pacote de bolacha em cada mão.

No vídeo, o jogador abre a lata e toma o leite condensado. “Hoje pode. Campeão da Libertadores”, afirma. Na sequência, a filmagem mostra a equipe da PM. Não há, porém, nenhum apontamento sobre o motivo e o desfecho da abordagem.

Procurada pelo LIBERAL, a assessoria de imprensa da PM disse que Scarpa “apenas foi abordado”, sem motivo específico, e que nenhum problema foi constatado.

Campeão
O Palmeiras sagrou-se campeão neste sábado, ao vencer o Santos por 1 a 0, no Maracanã. Scarpa acompanhou a partida do banco de reservas. Ao todo, o meia de 27 anos disputou seis jogos na competição, cinco deles como titular, e marcou um gol.

Outro atleta representou a RPT (Região do Polo Têxtil) na final da Libertadores: o volante Vinicius Balieiro, de Sumaré. Jogador do Santos, ele também ficou no banco.

Publicidade