10 de abril de 2021 Atualizado 16:40

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

ATLETISMO

Com 10s17, Felipe Bardi tem melhor estreia de temporada da carreira

Americanense foi vice-campeão do torneio Chula Vista HP #1, realizado nos Estados Unidos, na prova dos 100 metros rasos

Por Rodrigo Alonso

05 abr 2021 às 17:44

O velocista americanense Felipe Bardi teve a melhor estreia de temporada de sua carreira no último sábado (3), ao obter a marca de 10s17 nos 100 metros rasos. Com esse tempo, ele conquistou o segundo lugar no torneio Chula Vista HP #1, nos Estados Unidos.

Ele ficou atrás apenas do também brasileiro Paulo André Camilo de Oliveira, que cravou 10s10. A competição ainda contou com atletas estadunidenses.

Atleta terminou 2020 como líder do ranking sul-americano nos 100 m – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

“Achei que foi um ótimo começo, com 10s17 já na primeira corrida do ano”, disse o americanense de 22 anos ao LIBERAL. Segundo Bardi, até então, o melhor começo de ano dele tinha sido com 10s34.

O atleta apontou que os 10s17 superam, inclusive, a marca obtida por ele na final do último Troféu Brasil Caixa de Atletismo, em dezembro de 2020. Na ocasião, o velocista completou a prova em 10s18.

“Tem tudo para o ano ser melhor ainda”, afirmou Bardi, que terminou 2020 como líder do ranking sul-americano nos 100 metros rasos, com o menor tempo do ano: 10s11.

Ele citou, no entanto, que ainda tem pontos a melhorar. E essa situação foi comemorada pelo americanense, pois significa que há margem para evolução.

“Ainda tenho muita coisa para melhorar, principalmente a minha saída de bloco. A gente está trabalhando nisso. E que bom que tem coisa para arrumar”, comentou.

Bardi viajou em 16 de março para os EUA, onde a CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo) realiza um camping de treinamento voltado para o Campeonato Mundial de Revezamento, que ocorre entre os dias 1 e 2 de maio, na Polônia.

Composta por 18 atletas, a delegação está em Chula Vista, condado de San Diego, e ainda vai disputar outros campeonatos nos EUA. O próximo deles deve acontecer no próximo sábado, na Califórnia, de acordo com o americanense, que briga por vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Publicidade