13 de agosto de 2022 Atualizado 22:03

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Atletismo

Bardi aponta evolução nas passagens após sétimo lugar no revezamento 4×100 m

Americanense participou também da prova dos 100 m rasos no Mundial de Oregon, nos Estados Unidos

Por Guilherme Magnin

25 de julho de 2022, às 20h38 • Última atualização em 25 de julho de 2022, às 20h44

O velocista americanense Felipe Bardi encerrou na noite do último sábado (23) a sua participação no Campeonato Mundial de Atletismo de Oregon, nos Estados Unidos, com o sétimo lugar na disputa do revezamento 4×100 m rasos, realizada no estádio Hayward Field, na cidade de Eugene.

Após conseguir o sexto melhor tempo na classificação geral das eliminatórias, na sexta-feira (22), o quarteto brasileiro, que além de Bardi tem Rodrigo Nascimento, Derick Souza e Erik Cardoso, fechou a disputa final com a marca de 38s25, em sétimo lugar.

Felipe Bardi fez parte do quarteto brasileiros do revezamento 4×100 m rasos – Foto: Carol Coelho / CBAt

“O que a gente errou ontem [sexta-feira], acertamos hoje [sábado]. Eu acho que as nossas parciais não foram tão boas como ontem, mas as passagens, na nossa percepção, foram boas. Depois, a gente precisa rever o vídeo, mas é isso, é o esporte, a gente está muito feliz de estar aqui”, comentou Bardi ao canal SporTV, logo após a final.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

O título do revezamento 4×100 m rasos ficou com o time do Canadá, que surpreendeu e fechou com o tempo de 37s48, contra 37s55 da equipe do Estados Unidos, que até então era tratada como favorita ao ouro, mas ficou somente com a prata. Completando o pódio, em terceiro lugar, quem comemorou foi o quarteto da Grã-Bretanha.

Além do revezamento, o americanense participou também da disputa dos 100 m rasos, sua principal prova, mas não passou da primeira eliminatória. Nesta mesma distância, Rodrigo Nascimento e Erik Cardoso avançaram às semifinais, mas também foram eliminados nesta etapa.

Publicidade