17 de setembro de 2021 Atualizado 11:14

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Tóquio-2021

Barbarense Douglas Souza viraliza mostrando Vila Olímpica em Tóquio

Ponteiro fez vários vídeos mostrando seu quarto, a cama e outras estruturas do local onde a seleção de vôlei está hospedada

Por Agência Estado

21 jul 2021 às 07:23 • Última atualização 21 jul 2021 às 12:13

O Jogador Douglas Souza, de Santa Bárbara d’Oeste, integrante da seleção de vôlei nos Jogos Olímpicos de Tóquio, vem dando o que falar nas redes sociais. Está bombando com seu jeito engraçado e autêntico. O ponteiro fez um tour virtual pelo quarto no qual está hospedado na Vila Olímpica e divertiu os quase 300 mil seguidores que tem no Instagram. Em um dos stories, os jogadores testavam a altura dos chuveiros, que não foram feitos para eles.

Douglas vem fazendo sucesso com seus vídeos nas redes sociais – Foto: Reprodução / Instagram

Em outro momento nas redes, Douglas, que disputa posição com Lucarelli, fez piada com o material da cama construída de material reciclável, como papelão. Ele gravou um vídeo pulando e sambando em cima para testar a resistência do móvel.

No fim, ele aprovou a cama. “Gente, vocês viram que quase quebrou a cama? Que fez um ‘trec’. Eu tô muito em choque. Eu tinha certeza que só a minha ia fazer isso. Tinha muita certeza. Ainda bem que não quebrou. Deu certo. Deu pra sambar, deu pra quicar. Não, mentira. Mas vocês entenderam, cama super aprovada”, brincou o ponteiro da seleção.

As paredes do quarto dos atletas também são feitas de papelão. E o assunto não escapou da pauta de Douglas, que estranhou a escolha. “Parece tudo de papelão pra mim. Um grande prédio de papelão. Uma vibe bem reciclável. Gostei, mas estou com um pouco de medo, não vou negar.”

Durante os treinos da seleção de vôlei, o jogador não perde a oportunidade de se descontrair. Entre os vídeos publicados em seu Instagram, está um em que ele ‘bate o cabelo’, sendo que seus fios são curtos, e um ‘desfile pré-treino’, onde Douglas mostra toda sua habilidade na passarela. Imaginária, é claro. Ele quebra a tensão do que vai ser a disputa do ouro olímpico em Tóquio.

Em entrevista à ESPN no Mês do Orgulho LGBTQIA+, ele afirmou que nunca escondeu sua orientação sexual, mas que compreende o receio dos colegas. “Infelizmente, no nosso dia a dia, no nosso mundo, na nossa realidade hoje, o Brasil é o país que mais mata LGBTs no mundo.”

Apesar dos problemas, Douglas acredita que a situação pode mudar com o passar dos anos, principalmente com a ação das redes sociais. “A gente está tendo muito mais voz para expor as coisas que acontecem com a gente, para lutar pelos nossos direitos de igualdade, e é isso, acredito que sim, sempre vai ter (receio de assumir), infelizmente, mas a gente está no caminho pra mudar.”

A seleção brasileira de vôlei masculino inicia sua campanha nos Jogos Olímpicos contra a Tunísia, na próxima sexta-feira, dia 23. Na primeira fase, a equipe enfrenta ainda Argentina, Rússia, Estados Unidos e França.

Publicidade