05 de agosto de 2020 Atualizado 12:00

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Preparação

Após avaliação, Rio Branco aprova 15 atletas

Jogadores vão compor elenco do time para o Campeonato Paulista Sub-23 Segunda Divisão; jogo-treino acabou empatado ontem

Por Leonardo Oliveira

08 mar 2020 às 08:11 • Última atualização 27 abr 2020 às 13:02

A diretoria do Rio Branco divulgou neste sábado o nome de 15 jogadores aprovados após três semanas de pré-temporada. O anúncio ocorreu depois de jogo-treino contra o Amparo, que terminou empatado sem gols – o adversário também se prepara para o Campeonato Paulista Sub-23 Segunda Divisão.

O duelo foi disputado no Estádio Décio Vitta, em Americana, e teve dois tempos de 40 minutos. Na primeira metade, o técnico Jorge Parraga mandou a campo: Gabriel; Tiago, Artur, Machado e Leandro; Esaul, Hernandes, Gustavo Gomes e Luis Carlos; Higor Henrique e Lucas Macedo.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Jorge Parraga, técnico do Rio Branco

Ao final do jogo-treino a diretoria confirmou que 15 atletas do atual elenco agradaram e devem ser utilizados na competição caso passem em exames físicos e não haja problemas na documentação.

Entre os aprovados estão o atacante Lucas Macedo, filho de Macedo, craque do Rio Branco nos anos 1990, e o japonês Kanda, contratado no início deste mês.

A lista conta com três atletas que tiveram passagens recentes pelo Independente de Limeira, clube que foi comandado por Parraga. São eles os volantes Gustavo Gomes e Esaul, além do atacante Higor. O zagueiro Guilherme Crepaldi e os laterais Leandro e Patrik são remanescentes do ano passado.

Ao LIBERAL, o dirigente Dado Salau avaliou como positivo o início o compromisso deste sábado. “A equipe do Amparo já vem de uma preparação maior que a nossa. O primeiro tempo, as duas equipes com o que tinham de melhor em campo, foi um jogo equilibrado. A gente ficou satisfeito com o que viu”.

Dado ainda adiantou a aprovação dos goleiros Vinicius e João Paulo, além do polivalente Luis Gustavo, filho de Aritana, ídolo alvinegro. Por serem formados no clube, eles entram na ‘Lista B’, que não tem limite para inscrições. A ideia do dirigente é buscar peças no setor ofensivo para completar o elenco.