05 de junho de 2020 Atualizado 22:27

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Futebol

Em meio à pandemia, Ponte Preta acerta renovação com meia senegalês

Por Agência Estado

08 abr 2020 às 19:02 • Última atualização 27 abr 2020 às 11:56

Em meio à paralisação do calendário pelo coronavírus, a Ponte Preta segue se movimentando. Nesta quarta-feira, o departamento de futebol oficializou a renovação do contrato de Papa Faye até dezembro de 2020 – o meia tinha vínculo junto à equipe alvinegra até 30 de abril.

Pelo clube campineiro, o senegalês participou de apenas uma das 13 partidas oficiais da temporada até aqui: a vitória sobre o pernambucano Afogados da Ingazeira, por 3 a 0, em duelo válido pela Copa do Brasil – atuou por 11 minutos, no Moisés Lucarelli.

No novo contrato assinado entre as partes, a Ponte tem a preferência de ampliar o vínculo por até mais três anos. Segundo comunicado emitido pelo clube, a permanência do atleta se dá “em virtude do potencial e da raça exibida em campo e nos treinamentos”.

“Estou muito feliz em ficar no Brasil aqui na Ponte que, como disse, é um time que já amo e pelo qual torço. Estou pronto para enfrentar as situações que vierem pela frente. Sempre darei meu melhor e meu coração pelo time”, ressaltou Papa Faye.

Aos 23 anos, Papa disputou a Copa Africana Sub-17 e o Mundial Sub-20 pela seleção do Senegal – antes de desembarcar em Campinas, defendia o AS Sale, do Marrocos.

A contratação de Faye, ainda no início de janeiro, fez parte de uma parceria com o projeto Ginga Foot Casa Blanca, que atende cerca de 500 jovens atletas de países africanos.