13 de maio de 2021 Atualizado 11:44

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Em jogo maluco, Grêmio vence Ypiranga na estreia de Tiago Nunes

Por Agência Estado

24 abr 2021 às 23:09 • Última atualização 25 abr 2021 às 07:29

Em jogo maluco, de altos e baixos para ambos os times, o Grêmio derrotou o Ypiranga por 3 a 2, na noite deste sábado, no estádio Olímpico Colosso da Lagoa, em Erechim, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Gaúcho. A partida marcou a estreia do técnico Tiago Nunes.

Decisivo para a sequência do campeonato, o duelo contou com “apagões” dos dois lados e gols em série, surpreendendo os torcedores. No primeiro tempo, o Grêmio marcou seus três gols num intervalo de apenas cinco minutos. E, na etapa final, o Ypiranga quase repetiu a dose, com dois gols em dois minutos.

O resultado garantiu o Grêmio na primeira colocação geral, com vantagem de decidir em casa seu confronto da semifinal contra o Caxias. A outra semifinal terá Internacional, com vantagem por ter ficado em segundo lugar, diante do Juventude, o terceiro colocado. Já o Ypiranga se despediu da competição por ter terminado a primeira fase na quinta colocação. Durante o jogo deste sábado, em razão de resultados de outros jogos, o time chegou a entrar na zona de classificação por alguns minutos.

O jogo disputado em Erechim foi marcado por lances improváveis e situações inesperadas ao longo dos 90 minutos. O primeiro tempo, apesar dos três gols gremistas, foi controlado pelo Ypiranga, que dominou a posse de bola e criou boas chances de gols, porém sem sucesso nas finalizações.

O Grêmio, já com Tiago Nunes no banco de reservas, foi muito mais efetivo, principalmente diante do apagão do rival. A forte sequência gremista começou aos 22, quando Matheus Henrique sofreu falta dentro da área. Diego Souza bateu forte no centro do gol e abriu o placar.

Três minutos depois, o goleiro Paulo Gianezini tentou sair jogando, foi desarmado dentro da área e a bola sobrou para Léo Pereira, que bateu para o gol vazio: 2 a 0. Mais três minutos, e Ferreira iniciou jogada perigosa pela esquerda. A bola acabou sobrando para Vanderson na direita. O lateral dominou bonito e finalizou cruzado, no canto direito do goleiro do Ypiranga.

Com a boa vantagem de 3 a 0, parecia que o Grêmio iria ampliar o placar no segundo tempo. Mas o Ypiranga não deixou e iniciou rápida reação. Logo aos 5, em jogada ensaiada, Fidélis bateu falta rasteiro para Zé Mário, que apareceu na entrada da área totalmente sem marcação, e bateu rasteiro no canto direito do goleiro Brenno

Dois minutos depois, também livre de marcadores, Mossoró dominou no bico da área e teve tempo de ajeitar a bola antes de bater colocado, novamente no canto direito de Brenno. Em forte ritmo, o Ypiranga parecia prestes a empatar o duelo, mantendo as esperanças de classificação.

Mas, aos poucos, o ritmo do jogo foi caindo. E, aos 40, Mikael foi expulso ao levar o segundo cartão amarelo, deixando o time da casa em desvantagem numérica. O Grêmio administrou a vantagem e confirmou vantagem para as semifinais.

Publicidade