29 de novembro de 2021 Atualizado 21:26

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Elogiados contra o Corinthians, Arboleda e Léo viram concorrentes no São Paulo

Por Agência Estado

22 out 2021 às 17:55 • Última atualização 22 out 2021 às 18:22

O São Paulo ganhou do Corinthians, por 1 a 0, na segunda-feira, com boa apresentação do setor defensivo e dos volantes. Apesar de irem muito bem e serem elogiados, os zagueiros Arboleda e Léo dificilmente entrarão em campo lado a lado na próxima rodada do Brasileirão, domingo, na casa do Red Bull Bragantino. Miranda cumpriu suspensão no clássico e volta, transformando a dupla agora em rival na concorrência pela segunda vaga.

Diferentemente do antecessor Hernán Crespo, o técnico Rogério Ceni já demonstrou não ser adepto ao esquema com três zagueiros e tem essa pequena “dor de cabeça” para resolver no treino deste sábado. Léo, desde que foi efetivado como zagueiro, sempre chamou a atenção pela força e regularidade.

Arboleda, por outro lado, passou um tempo na reserva punido pelo técnico Fernando Diniz. Crespo chegou e vieram as chances. E o equatoriano mostrou no campo que merecia ser titular e formou o trio com Léo e Miranda. Agora são apenas duas vagas e ele espera não ser o sacrificado.

Se na defesa Rogério Ceni tem uma dor de cabeça do bem, no ataque ele deve ficar, pela primeira vez, sem sua dupla de argentinos. Nesta sexta-feira, mesmo indo a campo, Rigoni e Calleri se limitaram a trabalhos de fisioterapia. Ambos estão com problemas musculares e trabalharam em baixa intensidade na semana.

Pablo e Luciano podem formar a dupla ofensiva no quarto encontro com o Bragantino no ano. Por enquanto, a vantagem é de 2 a 1 para o time do interior e o São Paulo buscará igualar o número de vitórias para entrar de vez na briga pela Libertadores. Acabar com o efeito gangorra é preciso para o time de Ceni já encostar na concorrência.

Recuperado de um trauma no olho, o lateral-direito Igor Vinícius deve ser opção no banco de reservas em Bragança Paulista. Apesar de estar de volta, ainda carece de um melhor ritmo de jogo. Orejuela será mantido no setor.

Ceni será o quarto técnico diferente no duelo com o Bragantino em 2021. Diniz levou 4 a 2 na Copa do Brasil, Crespo ganhou por 1 a 0 no Paulistão e viu o auxiliar Juan Branda ser derrotado no primeiro turno do Brasileirão, por 2 a 1. O

Publicidade