13 de junho de 2021 Atualizado 10:44

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Djokovic soma segunda vitória no mesmo dia em Roma e vai disputar final com Nadal

Por Agência Estado

15 Maio 2021 às 17:30 • Última atualização 15 Maio 2021 às 19:28

Poucas horas depois de vencer o grego Stefanos Tsitsipas, pela manhã, o sérvio Novak Djokovic precisou de 2h43 neste sábado à tarde para derrotar o italiano Lorenzo Sonego, por 2 sets a 1, parciais de 6/3 e 6/7 e 6/2, que ocupa a posição 33 do ranking da ATP, e garantir vaga na final do Masters 1000 de Roma, diante do espanhol Rafael Nadal.

“Ele (Sonego) mostrou por que chegou a essa semifinal. Jogou de forma muito dinâmica e teve a torcida com ele, criando uma atmosfera eletrizante”, disse o número 1 do mundo, após o equilibrado duelo. “Espero estar com as pernas recuperadas, porque vou precisar disso se quiser ter alguma chance contra o Rafa”, afirmou Djokovic, referindo-se ao espanhol, que venceu o norte-americano Reilly Opelka mais cedo por 2 sets a 0.

Djokovic dominou totalmente o primeiro set, conseguindo manter todos os serviços. No quarto game, conseguiu quebrar o de Sonego e, a partir daí, só precisou administrar para marcar 6/3. O segundo set foi sensacional, com vitória do italiano no tie break.

Sonego passou a jogar de forma mais descontraída e arriscou mais os golpes. Ele teve apoio da torcida e cada ponto foi bastante festejado. Djokovic também devolveu as comemorações e a disputa só foi definida em 7/5 no desempate.

Djokovic voltou com tudo no terceiro set e com grande categoria fechou em 6/2. Resta saber como seu físico vai reagir para a grande final com Nadal, prevista para as 12 horas (de Brasília). O sérvio vai tentar o sexto título no saibro italiano.

Djokovic e Nadal disputaram quatro finais, com duas vitórias para cada lado: 2012 e 2019 para Nadal e 2011 e 2014 para Djokovic.

Publicidade