24 de fevereiro de 2021 Atualizado 22:43

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Com personalidade, Laércio diz estar pronto para substituir Lucas Veríssimo

Por Agência Estado

05 fev 2021 às 15:25 • Última atualização 16 fev 2021 às 07:28

Laércio afirmou, nesta sexta-feira, estar pronto para assumir a vaga de Lucas Veríssimo, vendido ao Benfica, na zaga do time do Santos. Com dez jogos pela equipe principal, o atleta, que já atuou no empate por 3 a 3 com o Grêmio, no Sul, na quarta-feira, agradeceu o técnico Cuca e demonstrou personalidade ao afirmar que o time precisa esquecer a perda da Libertadores e lutar para voltar à competição internacional nesta temporada.

“É um baque muito grande perder uma final. É óbvio que sentimos muito, pois a gente queria demais esse título. Mas, como ele não veio, temos que erguer a cabeça e buscar forças de todos os lados, afinal, a vida continua e seguimos brigando no Brasileiro. Não tem espaço para lamentação. Já passamos por um jogo dificílimo contra o Grêmio, onde fomos buscar o empate em um jogo que parecia perdido. Isso mostrou a força do nosso grupo e vamos crescer pouco a pouco para buscar o objetivo da vaga na Libertadores”, disse o camisa 6.

“A saída do Lucas já era algo esperado. Todos sabíamos que isso aconteceria após a Libertadores. Eu já vinha atuando em alguns jogos quando ele (Veríssimo) ou o Luan estavam fora e fico muito feliz por ter essa continuidade agora. O professor Cuca está me dando mais essa chance e vou procurar aproveitar da melhor forma. Quando você chega num clube de alto nível como o Santos acaba precisando de um processo de adaptação. Eu passei e ainda estou passando por isso. Então sigo procurando melhorar a cada dia, pois sei que posso ajudar muito a equipe dentro de campo”, disse Laércio, escalado para jogar no sábado, às 21h, em Goiânia, diante do Atlético-GO, rival enfrentado na sua estreia pelo Santos, em 14 de outubro do ano passado.

“Fiz minha estreia como titular contra o Atlético-GO. Infelizmente eles acabaram saindo com a vitória com um belo gol no fim, e isso só mostra como a equipe deles é organizada tanto no ataque quanto na defesa. Não tem essa coisa de revanche. Eles também estão na briga pela vaga na Libertadores, mas tenho certeza que o professor vai armar a melhor estratégia para alcançarmos a vitória lá dentro”, concluiu Laércio.

Em 11º lugar no Brasileiro, com 46 pontos, o Santos briga por uma vaga na Libertadores com o próprio Atlético-GO (45), além de Ceará (45), Athletico-PR (46), Red Bull Bragantino (47) e Corinthians (48).

Publicidade