04 de junho de 2020 Atualizado 16:32

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

COI decide manter vagas conquistadas antes do adiamento dos Jogos de Tóquio

Por Agência Estado

28 mar 2020 às 13:20 • Última atualização 27 abr 2020 às 11:33

O Comitê Olímpico Internacional (COI) informou neste sábado, de forma oficial, que os atletas que já haviam conquistado vaga para os Jogos de Tóquio, no Japão, estarão automaticamente classificados para a disputa da nova data do evento, que foi adiado para 2021 em razão da pandemia do novo coronavírus.

Depois da confirmação do adiamento da Olimpíada, anunciado na última terça-feira, havia a dúvida de federações e atletas se o sistema de classificação para o evento, marcado inicialmente para 24 de julho e 9 de agosto deste ano, passaria por alguma alteração.

“Está claro que os atletas que se qualificaram para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 permanecem qualificados. Isso é uma consequência do fato de que esses Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, em acordo com o Japão, continuarão sendo os Jogos da XXXII Olimpíada”, explicou o presidente do COI, Thomas Bach.

Com a decisão do COI de assegurar a manutenção das vagas dos atletas já classificados, as federações esportivas de cada país ainda vão ter de definir quais serão os critérios para a distribuição dos postos que ainda estavam em disputa.

A decisão do COI em manter as vagas significa um alívio para os mais de mil competidores, de todas as modalidades, já qualificados para Tóquio.

O Brasil tem, até o momento, 178 atletas classificados para os Jogos de Tóquio. O Comitê Olímpico do Brasil (COB) tem a expectativa de que a delegação brasileira seja composta por até 300 atletas. Ainda não estão definidas como serão as seletivas olímpicas que estavam agendadas para esse ano.