20 de julho de 2024 Atualizado 18:17

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Carille diz que não recebeu proposta formal do Corinthians: ‘Focado no Santos’

Por Agência Estado

08 de julho de 2024, às 22h30 • Última atualização em 09 de julho de 2024, às 11h02

Fábio Carille afirmou nesta segunda-feira que não recebeu proposta para voltar ao Corinthians, apesar do burburinho causado nos últimos dias pelo interesse do clube da capital no atual treinador do Santos. O técnico assegurou que está focado na equipe da Vila Belmiro e garantiu que não “balançaria” em caso de oferta formal do seu ex-time.

“A gente é ser humano e, quando começa esse barulho deste tamanho, é claro que mexe com a gente, ficamos um pouco perdido no que falar, no que fazer. Mas eu sempre mantive contato com o presidente Marcelo (Teixeira) e o seu filho, o Marcelinho, sobre toda a situação… Não chegou proposta oficial nenhuma para que eu pudesse pelo menos pensar. Não chegou”, afirmou Carille, em entrevista à TV Placar, na noite desta segunda-feira.

O treinador era considerado o “Plano A” do Corinthians para substituir o português António Oliveira, demitido na semana passada. O interesse do time alvinegro gerou seguidores rumores sobre a possível saída de Carille do Santos, que tenta emplacar uma série de bons jogos na Série B do Campeonato Brasileiro.

A situação parece alcançar o auge na sexta-feira passada, quando o treinador demonstrou hesitação e até certo constrangimento ao falar sobre o assunto após a vitória do Santos sobre o Ceará. “Claro que sei o tamanho que está isso, procurei evitar ler, falar com pessoas, falar com meu empresário Paulo Pitombeira que está lá na Europa… Eu não tenho essa informação, então não consigo responder, então se vocês quiserem saber sobre isso, procure o Paulo, o pessoal lá (do Corinthians)”, disse o treinador.

Três dias depois, Carille explicou nesta segunda que sugeriu o contato com seu empresário porque não vinha conversando com ele em razão dos jogos do Santos naquela semana. “Na semana passada muito se falou disso, na terça eu tive uma conversa com o presidente. Na quarta, eu viajei para a Fortaleza, para o jogo de sexta. E procurei ficar focado nos dois jogos da semana. E, no sábado, eu acalmei e liguei para o meu empresário para procurar saber tudo o que estava acontecendo. Tentei falar com o presidente, não consegui. Mas falei com o Marcelinho. Disse que agora estava entendendo o que estava acontecendo, porque era uma semana muito importante para o Santos.”

O treinador negou que tenha cogitado pagar a multa para rescindir seu contrato com o Santos. “Não existiu nada disso de eu pagar a multa para sair, em momento algum. Estou focado aqui, com a cabeça aqui e na continuidade do trabalho”, afirmou, antes de mencionar o constrangimento da sexta. “Eu não me sinto bem falando de algo que não existe. E que não existiu até agora. E que não vai existir.”

Questionado se “balançaria” em caso de proposta oficial do seu ex-clube, Carille disse que não balançaria. “Eu estou falando agora e pode parecer que agora é fácil, que as coisas já aconteceram. Eu estou focado aqui. Foi o Santos que me fez voltar do Japão. Não cheguei a ter nenhuma conversa (com o Corinthians)”, declarou.

Publicidade