16 de julho de 2024 Atualizado 10:01

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Bellingham leva multa por gesto obsceno e escapa de suspensão na Eurocopa

Por Agência Estado

05 de julho de 2024, às 13h55

Jude Bellingham escapou de um gancho na Eurocopa nesta sexta-feira. O meia-atacante da Inglaterra levou uma multa de 30 mil euros (cerca de R$ 179 mil) e suspensão de um jogo por gesto obsceno na última partida da seleção inglesa. No entanto, o Comitê Disciplinar da Uefa condicionou o gancho a um período probatório.

Na prática, Bellingham poderá entrar em campo na decisiva partida entre a Inglaterra e a Suíça, no sábado, pelas quartas de final da Eurocopa. O jogador do Real Madrid, candidato ao prêmio de melhor do mundo neste ano, vem sendo um dos poucos ingleses a não decepcionar na competição continental.

Na última partida, ele marcou um belo gol, de meia bicicleta, nos acréscimos e evitou a eliminação precoce da Inglaterra nas oitavas de final. O gol empatou o duelo com a Eslováquia por 1 a 1. Na prorrogação, Harry Kane balançou as redes, assegurando a classificação inglesa.

Foi durante esta partida que Bellingham fez o gesto obsceno ao levar as mãos à região genital. De acordo com a Uefa, ele “violou regras básicas de conduta decente”. A infração causou a multa e também um gancho de um jogo.

A suspensão, contudo, não será aplicada imediatamente, segundo o Comitê Disciplinar da entidade. “A referida suspensão não tem efeito imediato e está sujeita a um período probatório de 1 (um) ano, a contar da data da presente decisão”, informou o órgão da Uefa.

Em sua defesa, logo após a denúncia feita no início da semana, Bellingham se manifestou nas redes sociais e negou qualquer tentativa de ofensa aos rivais. “O gesto foi uma piada interna para alguns amigos próximos que estavam no jogo. Nada além de respeito pela forma como o time da Eslováquia jogou esta noite”, declarou o jogador, nas redes sociais.

A Uefa também multou a seleção inglesa em 11 mil euros (R$ 65 mil) por conta de distúrbios causados por sua torcida no estádio e também por acenderem sinalizadores nas arquibancadas.

Publicidade